O discurso sobre a terra italiana nas Geórgicas de Virgílio

Thaíse Pereira Bastos Silva Pio

Resumo


As Geórgicas (37-30 a.C.) constituem um poema sobre a vida rural e as diversas atividades agrícolas: o cultivo dos cereais, a arboricultura, em especial o cultivo da vinha, a criação dos rebanhos e a apicultura. Cada um dos quatro livros que compõem a obra descreve uma atividade específica, por meio do discurso eminentemente didático. Ao longo da obra, porém, notam-se diversas passagens digressivas, em que o poeta narra sobre outros temas, em geral, de cunho religioso, mitológico e filosófico. Uma destas passagens, conhecida como Laudes Italiae, versos 136 a 176 do II canto, constitui um verdadeiro hino de louvor às terras italianas. Intentamos verificar a relevância de alguns dos temas tratados nos referidos versos das Geórgicas, considerando, sobretudo, o contexto de produção da obra, e buscando compreender o seu significado dentro deste poema didático.


Palavras-chave


Poesia Didática; Discurso Poético; Digressões

Texto completo:

PDF

Referências


a) Fontes Antigas:

HESÍODO. Os trabalhos e os dias. Introdução, tradução e comentários Mary de Camargo Neves Lafer. São Paulo: Ed. Iluminuras, 1996.

VERGILIUS. Georgiche. Introduzione di Antonio La Penna; traduzione di Luca Canali; note al testo di Riccardo Scarcia. 2ª edizione. Milano: Rizzoli Libri, 1988.

VIRGIL. Georgics. Translation by H. Rushton Fairclough. Cambridge, Massachusetts: Harvard University Press/ London: Willian Heinemann Ltd, 1986.

VIRGILE. Georgiques. Texte établi et traduit par E. de Saint- Denis. Paris: Les Belles Lettres, 1968.

VIRGÍLIO. As Geórgicas. Trad. Antonio Feliciano de Castilho, com anotações de Othoniel Motta. São Paulo: Heros Graphica Editora, 1930.

VIRGÍLIO. As Geórgicas de Virgílio. Versão em prosa dos três primeiros livros e comentários de um agrônomo. Lisboa: Livraria Sá da Costa, 1948.

b) Estudos modernos:

DALZELL, A. The criticism of didactic poetry. Essays on Lucretius, Vergil and Ovid. Toronto; Buffalo; London: University of Toronto Press, 1996.

GALE, M. “Virgil on the nature of things”, In: The Georgics, Lucretius and the didactic tradition. Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

JAEGER, W. Paideia -- a formação do homem grego. Trad. Artur M. Parreira. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

LAFER, Mary de Camargo Neves. “Introdução”, In: HESÍODO. Os trabalhos e os dias. Introdução, tradução e comentários Mary de Camargo Neves Lafer. São Paulo: Iluminuras, 1996.

LA PENNA, A. “Introduzione”, In: VERGILIUS. Georgiche. Milano: Biblioteca Universale Rizzoli, 1988.

LAUSBERG, H. Elementos de retórica literária. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1965.

___________. Handbook of literary rhetoric: a foundation for literary study. Transl. by Matthew T. Bliss. Leiden; Boston; K¶ln; Brill, 1998.

MAYER, Ruy. “Introdução”, In: VIRGÍLIO. As Geórgicas de Virgílio. Versão em prosa dos três primeiros livros e comentários de um agrônomo. Lisboa: Livraria Sá da Costa, 1948.

MOISÉS, Massaud. Dicionário de termos literários. 12. ed. São Paulo: Cultrix, 2003.

NOVAK, Maria da Gloria. Poesia lírica latina. Campinas: Martins Fontes, 2003.

OTIS, Brooks. Virgil: a study in civilized poetry. Oxford: Oxford University Press, 1963.

PEREIRA, M. H R. Estudos de história da cultura clássica II: a cultura romana. Lisboa, Calouste Gulbenkian, 1984.

SANTOS, Elaine C. Prado dos. O IV canto das Geórgicas. São Paulo: Scortecci, 2007.

________. O IV canto no contexto das Geórgicas, tradução e notas. Dissertação de Mestrado. São Paulo: USP, 1995.

SOUZA, Jovelina M. R. de. “A poesia grega como paidéia”, In: Princípios. Natal, v. 14, n. 21, Jan / Jun, 2007; p. 195 -- 213.

TOOHEY, P. Epic lessons -- An introduction to Ancient didatic poetry. London; New York: Routledge, 2010.

TREVIZAM, Matheus. Linguagem e interpretação na literatura agrária latina. Tese de Doutoramento. Campinas: UNICAMP, 2006.

_________. Poesia didática: Virgílio, Ovídio e Lucrécio. Campinas: Editora da UNICAMP, 2014.

VOLK, Katharina. Oxford readings in Classical studies: Vergil´s Georgics. Oxford: Oxford University Press, 2008.

________. The poetics of Latin didatic: Lucretius, Vergil, Ovid, Manilius. Oxford: Oxford University Press, 2008.

WEBER, Max. Historia agraria romana. Traduccíon V. A. Gonzalez. Madrid: Akal Editor, 1982.

WEEDA, Leendert. Vergil's Political Commentary in the Eclogues, Georgics and Aeneid. Berlin: De Gruyter Open Ltd, 2015.




DOI: https://doi.org/10.25187/codex.v5i2.13467

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Thaíse Pereira Bastos Silva Pio

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.