Regionalismos e Migrações Internacionais na América do Sul: Contexto e Perspectivas Futuras sobre as Experiências na Comunidade Andina, no Mercosul e na Unasul / Regionalisms and International Migration in South America: Context and Future Perspectives on the Andean Community, Mercosur and Unasur Experiences

María del Carmen Villarreal Villamar

Resumo


Este trabalho busca descrever as relações existentes entre regionalismos e migrações internacionais na América do Sul, mediante a análise da Comunidade Andina (CAN), do Mercado Comum do Sul (Mercosul) e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). Estes processos, que incluem entre seus propósitos o tratamento das migrações internacionais, redefiniram seus objetivos ou incorporaram este fenômeno no marco do regionalismo pós-liberal ou pós-hegemônico. Aqui, fatores como a maior politização da cooperação regional, o “giro à esquerda” dos principais países da região, a emergência de novas narrativas a favor dos direitos dos migrantes e uma maior participação de atores não estatais tiveram um papel essencial. Como resultado, foram criadas normativas regionais sobre migrações internacionais com a perspectiva dos direitos humanos e projetos de cidadania regional. Concluímos com algumas reflexões sobre as mudanças recentes no cenário político regional e o retorno do regionalismo aberto com ênfase na economia e no comércio.

Palavras-chave


Migrações Internacionais; Regionalismos; Can; Mercosul; Unasul

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2018.20197

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 María del Carmen Villarreal Villamar

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2237-3071