A Concepção de Proteção da Natureza e as Estratégias da Conservação Ambiental no Brasil: um Estudo de Caso Sobre o Parque Estadual da Ilha Grande / Nature Protection and Environmental Conservation Strategies in Brazil: The Case of the Ilha Grande State Park

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2019.28389

Palavras-chave:

Conservação da natureza, Biodiversidade, Ilha Grande, Turismo, PEIG

Resumo

A pauta da conservação da natureza possui ampla difusão em âmbito global no mundo contemporâneo. Entretanto, a formação de políticas públicas voltadas à conservação, em particular, à criação de áreas de proteção, encontra antecedentes já no século XVIII (URTEAGA, 1987), o que tem reflexos sobre as atuais estratégias de conservação. Neste artigo pretendemos realizar uma breve reflexão acerca dessa trajetória, analisando sua influência para o estabelecimento de políticas públicas de conservação da natureza no Brasil. Realizaremos, por fim, um estudo de caso sobre o Parque Estadual da Ilha Grande, suas estratégias de conservação da biodiversidade e os conflitos de uso existentes neste território.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rafaela Dettogni Duarte Paes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestranda no programa de pós Graduação do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora de geografia na Rede Municipal de Angra dos Reis.

Downloads

Publicado

2019-12-17

Como Citar

PAES, Rafaela Dettogni Duarte. A Concepção de Proteção da Natureza e as Estratégias da Conservação Ambiental no Brasil: um Estudo de Caso Sobre o Parque Estadual da Ilha Grande / Nature Protection and Environmental Conservation Strategies in Brazil: The Case of the Ilha Grande State Park. Espaço Aberto, Rio de Janeiro, Brasil, v. 9, n. 2, p. 99–118, 2019. DOI: 10.36403/espacoaberto.2019.28389. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/EspacoAberto/article/view/28389. Acesso em: 29 maio. 2024.