Avaliação da Chuva de Granizo no Riacho São Gonçalo, Inserido na Sub-Bacia Puiú, no Sertão dos Inhamuns

Cristiane e Castro Feitosa Melo, Maria Lucia Brito da Cruz

Resumo


O principal objetivo deste trabalho foi avaliar a chuva de granizo, após um ano de baixo índice pluviométrico, na área do riacho São Gonçalo, localizado na sub-bacia Puiú, no sertão dos Inhamuns. A precipitação média, dentro das suas condições originais, sofreu uma mudança expressiva, em que houve um aumento de seus valores, e as chuvas que vêm ocorrendo no Ceará se devem à presença de um sistema meteorológico denominado Vórtice Ciclônico de Altos Níveis, que ocorre com maior frequência de dezembro a fevereiro. No entanto, a ocorrência de granizo é devido à formação de nuvens do tipo cumulonimbus, que se desenvolvem verticalmente. Sob o ponto de vista metodológico, adotou-se a concepção sistêmica, em que foi iniciada com a observação in loco do nível de chuva, por meio da marcação do pluviômetro instalado nas casas de moradores, na área do riacho São Gonçalo. A coleta da precipitação, de dezembro de 2013 e janeiro de 2014, para as análises climáticas, teve seus valores comparados aos limites determinados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME), evidenciando que a análise diária das chuvas como componente ambiental é de fundamental importância para indicar o nível de precipitação na área e como forma de gerar expectativa ao agricultor.


Palavras-chave


chuva de granizo, índice pluviométrico, sertão dos Inhamuns.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2014.3301

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Cristiane e Castro Feitosa Melo, Maria Lucia Brito da Cruz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2237-3071