Mapas de Kernel como Subsídio à Gestão Ambiental: Análise dos Focos de Calor na Bacia Hidrográfica do Rio Acaraú, Ceará, nos Anos 2010 a 2015

Ulisses Costa Oliveira, Petrônio Silva de Oliveira

Resumo


Este trabalho visou analisar a densidade de pontos de incêndio localizados na bacia hidrográfica do rio Acaraú, nos anos de 2010 a 2015, usando mapas gerados através do estimador de densidade Kernel. Para a manipulação dos dados foi utilizado o software QGIS Wien, versão 2.8. Foram gerados mapas, classificados com densidades relativas, usando escala de cores, divididas em cinco classes representadas pelas cores branca (muito baixa), verde (baixa), amarelo (média), laranja (alta) e vermelho (muito alta). Os resultados mostram que ao longo dos anos os focos de calor estiveram concentrados na porção da bacia que abrange o baixo e médio curso do rio Acaraú, acompanhando o seu curso bem como nas áreas mais próximas à Chapada da Ibiapaba, em sua porção sudoeste. Além disso, o ano de 2015 foi o que apresentou número de focos mais expressivos, totalizando 3.813 focos de calor, mais do que o dobro dos quatro anos anteriores.


Palavras-chave


Focos de Queimada; Método de Kernel; Bacia Hidrográfica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Ulisses Costa Oliveira, Petrônio Silva de Oliveira

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN: 2237-3071