Análise dos Sistemas Ambientais da Sub-Bacia Hidrográfica do Rio Bom Jesus: Diretrizes para o Planejamento e Gestão Ambiental

José Marcos Duarte Rodrigues, Ernane Cortez Lima

Resumo


O presente trabalho constitui-se da análise dos sistemas ambientais e de propostas mitigadoras para a sub-bacia hidrográfica do rio Bom Jesus, Taperuaba, Sobral (CE), estando situada no extremo sul da bacia hidrográfica do Litoral, no alto curso da bacia hidrográfica do rio Aracatiaçu. A mesma está inserida nas cartas da SUDENE/ DSG, SB.24-V-B-II (Taperuaba), SA. 24-X-D-IV (Sobral), SB.24-V-B-I (Santa Quitéria) SA. 24-Y-D-V (Irauçuba), correspondendo a uma área de 262,85 km². Tem-se como base teórico-metodológica a abordagem sistêmica aplicada aos estudos geográficos. Onde foi possível identificar cinco sistemas ambientais: a Planície Ribeirinha do rio Bom Jesus, Sertões Orientais e Pés de Serra de Saco Grande, Exu e Jurema, os Sertões Ocidentais e Pés de Serra de São João, Boa Vista e Bom Jesus, Serras Secas e Serras Secas com Vertentes Subúmidas, apontando em cada sistema suas potencialidades e limitações e o uso e ocupação, identificando-se os principais impactos ambientais, e ao final apresenta-se as propostas mitigadoras.


Palavras-chave


Abordagem Sistêmica; Impactos Ambientais; Propostas Mitigadoras.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2016.3606

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 José Marcos Duarte Rodrigues, Ernane Cortez Lima

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 2237-3071