A BIOGRAFIA EM UMA NOVA HISTÓRIA POLÍTICA/THE BIOGRAPHY IN A NEW POLITICAL HISTORY

Isabella Nogueira, Maria Cristina Nunes Ferreira Neto

Resumo


O gênero biográfico é pensado, atualmente, tanto pelo regime narrativo literário quanto pelo histórico, mas não foi sempre assim. Na segunda metade do século XIX, a produção biográfica se aproximou mais intensamente das produções da História Política e, quando esta última foi questionada, já no século XX, a biografia também o foi. Se antes a biografia, para os historiadores, era vista como um gênero literário, posteriormente se tornou muito política e, em ambos os casos, não era uma fonte segura para a escrita da História, pois era ora ficcional, ora excludente. Contudo, será que a escrita biográfica não foi sempre uma produção política? O político, o literário, o social, o cultural e o econômico podem ser pensados como domínios tão distintos? Com a Nova História, se repensaram conceitos que levaram a reavaliar a utilização das fontes e quais seriam elas, bem como os conceitos que auxiliavam na produção do pensamento e na escrita da História. Por meio da argumentação de alguns autores queremos, então, pensar a biografia em uma Nova História Política, apresentando a pluralidade dos argumentos que permeiam essa temática. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de História Comparada



A Revista de História Comparada é um periódico do PPGHC/UFRJ.

http://www.ppghc.historia.ufrj.br/index.php/destaque/publicacoes/revista-de-historia-comparada

ISSN 1981-383X

Revista indexada no DialNet, Latindex e REDIB.