A QUESTÃO DO ESPAÇO E A ENUNCIAÇÃO DO SUJEITO NO TRABALHO DE DANA AWARTANI / The issue of space and the enunciation of the subject in the work of Dana Awartani

Deivisson Dias Chagas

Resumo


O presente artigo analisa a questão do processo colonial e de subalternização problematizado na obra “I went away and forgot you. A while ago I remembered. I remembered I’d forgotten you. I was dreaming”, da artista saudita Dana Awartani. Misto de site specific e registro fílmico de performance, o trabalho dialoga com a insurgência de novos sujeitos na produção de arte contemporânea, denominados por Gayatri C. Spivak de “sujeitos subalternos”, e com as mudanças ocorridas entre as décadas de 1960 e 1990 em torno do conceito de site specific, como teorizado pela crítica de arte  Miow Kwon.

Palavras-chave: Site-specific; Performance; Sujeito; Subalternidade.

Abstract

This paper analyzes the issue of space and the colonized subject in the work “I went away and forgot you. A while ago I remembered. I remembered I’d forgotten you. I was dreaming”, by saudi artist Dana Awartani. Mixed with site specific art and filmic performance record, the work dialogues with the insurgency of new subjects in the production of contemporary art in contexts against hegemonic and critical subalternity, as well as with the changes that occurred from the 1960s to the present day in around the concept of space specificity.

Keywords: Site specific art; Performance; Subject; Subalternity.


Texto completo:

PDF

Referências


BOGOSSIAN, G.; DUARTE, L.; LÓPEZ, M. A. Imaginações Comunitárias. Comunidades Imaginadas. 21ª Bienal de Arte Contemporânea Sesc_VídeoBrasil. São Paulo: Sesc: Associação Cultural Videobrasil, 2019.

FUREGATTI, S. H. Arte e meio urbano. Elementos de formação da Estética Extramuros no Brasil. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2007.

FOSTER, H. O Retorno do Real. Trad. Célia Euvaldo. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

KWON, M. One place after another: site-specific art and location alidentity. Massachusetts: Institute of Technology, 2002.

KWON, M. Um lugar após o outro: anotações sobre site-specificity. Revista do Programa de Pós-graduação em artes visuais. EBA UFRJ, ano XV, nº 17, 2008. Disponível em: http://www.eba.ufrj.br/ppgav/doku.php?id=revista:arte_e_ensaios_17. Acesso em: 06 de dezembro de 2012.

LIPPARD, L. The Lure of the Local: senses of Place in a Multicultural Society. New York: New Press, 1997.

O’DOHERTY, B. No interior do cubo branco: A ideologia do espaço da arte. trad. Carlos S. Mendes Rosa. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

SAID, E. W. Orientalismo. O Oriente como invenção do Ocidente. Trad. Tomás Rosa Bueno. São Paulo: Cia. Das Letras, 1990.

SANTOS, M. Sociedade e espaço. A formação social como teoria e como método. Boletim Paulista de Geografia – BPG. nº 57, 1977. Disponível em https://www.agb.org.br/publicacoes/index.php/boletim-paulista/article/view/1092. Acesso em 02 de fevereiro de 2020.

SELIGMANN-SILVA, M. Decolonial, des-outrização: imaginando uma política pós-nacional e instituidora de novas subjetividades. In. DUARTE, L. Leituras: 21ª Bienal de Arte Contemporânea Sesc_VídeoBrasil. São Paulo: Sesc: Associação Cultural Videobrasil, 2019.

SPIVAK, G. C. Pode o subalterno falar? trad. Sandra Regina Goulart Almeida, Marcos Pereira Feitosa, André Pereira Feitosa. Belo horizonte, MG: Editora UFMG, 2010.




DOI: https://doi.org/10.37235/ae.n39.9

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 CC Atribuição 4.0

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 
 Revista arte e ensaios

e-ISSN: 2448-3