Notas para uma delimitação da noção de curador como produção de infraestrutura

Justo Pastor Mellado

Resumo


O autor expõe de maneira crítica as dinâmicas da produção artística da América Latina a partir dos anos 90, em um marco teórico livre da camisa de força dos agentes históricos da imigração. Propõe reescrever a história do “desejo de arte latino-americana” de um novo modo, não dependente da consolidação de carreiras ou de exposições de arte apreciadas pelo sistema institucional estabelecido ou pelos grandes investidores. Com isso, coloca o curador como um contraponto ao sistema da arte, que atua como produtor de infraestrutura cultural, empenhado na permanência de uma cena local. Assim, consegue estabelecer um conhecimento preciso que, por sua vez, se irá traduzir na expansão das influências sociais específicas, para além de opiniões preconceituosas e ideias preconcebidas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 CC Atribuição 4.0

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.