Cela e mundo - o conflito de Mondrian na tridimensionalidade

Autores

  • Cristine Monteiro Flores

DOI:

https://doi.org/10.37235/ae.n4.5

Resumo

Pensando as relações entre as disciplinas de pintura, design e arquitetura, na Holanda das décadas de 10 e 20, vemos que as proposições do grupo De Stijl perpassam todas elas de forma expressiva, aproximando-as formal e conceitualmente. Esta arte, que transforma o espaço através de uma nova geometria, cria uma maior ativação da obra com o entorno mas, sobretudo, posiciona o homem sempre ao centro de suas proposições. Esses dois vetores de deslocamento, que vão se delinear simultaneamente a partir das telas de Mondrian, são o enfoque central desse estudo.

Publicado

2022-08-01

Edição

Seção

Artigos