Enquadramento performativo como trabalho de arte no Pivô Satélite #3

Autores

  • Eduardo Montelli

DOI:

https://doi.org/10.37235/ae.n44.10

Palavras-chave:

Trabalho de arte, Performatividade, Arte brasileira, Pivô Satélite

Resumo

O artigo propõe a noção de enquadramento performativo para nomear práticas de inscrição que produzem efeitos mais ou menos normativos de identificação de sujeitos sociais. Para demonstrar a presença e a relevância dessa noção na arte da atualidade, analisamos duas obras brasileiras recentes, de Laura Fraiz e de Eduardo Montelli, que foram desenvolvidas no projeto curatorial de Raphael Fonseca para a terceira edição do Pivô Satélite, intitulado “Sexo, Mentiras e Videotape”.

Downloads

Publicado

2023-01-09