Depósitos Antropogênicos: Evolução das Abordagens por Meio de Análise Bibliométrica

Vinicius Gustavo de Oliveira, Denise Balestrero Menezes

Abstract


Esse artigo tem o objetivo de realizar um levantamento bibliométrico sobre trabalhos publicados relacionados a depósitos antropogênicos ou depósitos tecnogênicos, para observação da evolução das formas de abordagem. Foram utilizados dados da Scopus, e a partir destes dados, realizou-se uma análise bibliométrica utilizando os softwares RStudio e Vosviwer. Como resultado, obtém-se que ocorreu um aumento no número de artigos publicados a partir do ano de 2006. A Rússia é o país que mais publica trabalhos nesse campo de pesquisa. Em contrapartida, os Estados Unidos apresentam mais trabalhos considerados relevantes, com maior número de citações por artigo. No total, 445 autores publicaram trabalhos relacionados a este tema, como autor principal ou coautor, sendo a revista com maior número de publicações a International Multidisciplinary Scientific GeoConference Surveying. As palavras-chave mais frequentes nos resumos dos artigos foram mapeadas e divididas em quatro grupos: Arqueologia; Geologia e Solos; Depósitos Urbanos; Mineração, representando áreas distintas desse campo de pesquisa.

Keywords


Depósitos antropogênicos; Bibliometria; Depósitos tecnogênicos; Vosviwer; R Studio



DOI: https://doi.org/10.11137/2018_2_369_376

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexers and Bibliographic DatabasesFollow us
SCImago Journal & Country Rank
ISSN
ROAD
Clarivate
Diadorim
DOAJ
DRJI
GeoRef
Google Scholar
Latindex
REDIB
Oasisbr
Twitter
Instagram
Facebook
All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International Public License (CC BY-NC 4.0).