Identificação de Áreas Urbanas Inundáveis pela Avaliação de Áreas Variáveis de Afluência

Jaciane Xavier Bressiani, Marcio Augusto Reolon Schmidt, Carlos Eugênio Pereira

Resumo


A frequência de eventos de inundação urbana denota que um padrão de ocupação urbana racional tem especial importância nos eventos de inundações nestas áreas. Esta pesquisa propõe uma abordagem baseada em imagens de radar para identificar as áreas variáveis de afluência (AVA) em bacias urbanas de Uberlândia. As AVA representam a dinâmica de fluxo durante eventos de precipitação que afetam o escoamento em bacias urbanas, pois sofrem variações na forma de acordo com a frequência e intensidade das chuvas. Esta caraterística torna difícil a delimitação das áreas e, para este estudo, foi utilizado imagens de radar SRTM (Shuttle Radar Topography Mission) e modelos digitais de elevação na escala 1: 25.000 para o cálculo do Índice de umidade topográfica (TWI) associado ao modelo Altura Mais Próxima Acima da Drenagem (HAND). Os resultados foram comparados com o modelo de acumulação de fluxo TAUDEM para identificar mudanças de concentração de descargas e AVA. Os resultados do estudo mostram uma variação de 15% a 21% do valor das áreas para as bacias avaliadas no município de Uberlândia. Isto indica que a avaliação da variabilidade espacial de imagens de radar de satélite pode servir na delimitação das AVA e indicar o potencial de ocupação em bacias urbanas com forma de prevenir inundações definindo-as como zonas especiais em planos diretores.

Palavras-chave


Planejamento urbano; Recursos hídricos; Áreas Variável de Afluência; Modelagem de fluxo de água

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.11137/2018_2_677_684

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank