Estudo do Desempenho de Dois Códigos de Transferência Radiativa do Modelo WRF para o Sul do Brasil

Álvaro Vasconcellos de Ávila, Leonardo José Gonçalves Aguiar, Simone Marilene da Costa Sievert Coelho, Graciela Redies Fisher, Paulo Yoshio Kubota, Luciano Ritter Nolasco Jr

Resumo


A radiação solar que atinge a superfície terrestre é amplamente dependente das condições de nebulosidade presentes na atmosfera. Assim, uma boa simulação da nebulosidade pelos modelos regionais de previsão do tempo é fundamental para refinar as condições de radiação descritas pelos códigos radiativos, e consequentemente melhorar a estimativa das principais variáveis meteorológicas. No presente trabalho, foi realizada uma análise da forçante radiativa de nuvens por meio da simulação de dois códigos radiativos do modelo WRF. As simulações foram feitas para a região sul do brasil durante um período de 21 de outubro de 2014 a 30 de outubro de 2014. Ao avaliar os códigos radiativos RRTMG e CAM3, nota-se que a presença de nuvens baixas simuladas pelo modelo altera significativamente a quantidade de radiação que atinge a superfície, provocando um aumento dos erros de temperatura, pressão, umidade relativa, radiação de onda curta a superfície e radiação de onda longa descendente a superfície.

Palavras-chave


Radiação; Modelagem; Nuvens; RRTMG; CAM

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.11137/2020_1_286_299

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

SCImago Journal & Country Rank