Avaliação da Geração Eólica como Alternativa ao Descomissionamento de Plataformas Petrolíferas Fixas nos Mares Brasileiros

Douglas Vieira Barboza, Marcos Alexandre Teixeira, Marcio Cataldi, Marcelo Jasmim Meiriño

Abstract


Este estudo tem como objetivo avaliar a atratividade da instalação de aerogeradores em plataformas fixas de produção de petróleo como uma opção para estender o uso da estrutura de suporte da plataforma e sua contribuição potencial para a matriz energética nacional. Foram realizadas uma análise da climatologia dos ventos das regiões das plataformas e uma análise econômico-financeira para indicar a viabilidade para a geração eólica offshore ao longo da costa brasileira. A partir da climatologia foram identificadas as bacias de Sergipe-Alagoas, Ceará e Potiguar, como as detentoras das melhores capacidades de geração de energia eólica, entre as regiões avaliadas, mas que, ainda assim, apresentaram baixa atratividade econômico-financeira em comparação com a geração eólica em terra, não sendo viável a utilização de jaquetas na plataforma continental brasileira como suporte à geração eólica.


Keywords


Plataformas de Petróleo; Geração Eólica Offshore; Planejamento Energético

References


Amarante, O.A.C.; Brower, M.; Zack, J. & Sá, A.L. 2001. Atlas do Potencial Eólico Brasileiro. Brasília, MME, 44p.

ANEEL. 2016. Agência Nacional de Energia Elétrica. Banco de Informações de Geração Agência Nacional do Petróleo (ANP). Procedimentos a Serem Adotados no Abandono de Poços de Petróleo e/ou Gás. Portaria n. 25, de 6 de março de 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2018.

ANP. 2002. Agência Nacional do Petróleo. Procedimentos a Serem Adotados no Abandono de Poços de Petróleo e/ou Gás. Portaria n. 25, de 6 de março de 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2018.

ANP. 2006. Agência Nacional do Petróleo. Desativação de Instalações e Devolução de Áreas de Concessão na Fase de Produção. Portaria n. 27, de 18 de outubro de 2006. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2018.

Antonietto, L.S. 2015. Taxonomia, paleoecologia e bioestratigrafia de ostracodes da formação Riachuelo, bacia de Sergipe-Alagoas, Nordeste do Brasil. Programa de Pós-Graduação em Geologia, Universidade de Brasília, Tese de Doutorado, 210p.

EPE. 2015. Empresa de Pesquisa Energética. 22º Leilão De Energia Nova A-3 - (Edital Nº 04/2015):Resumo Vendedor. Disponível em: . Acesso em: 22 dez. 2017.

Esteban, M.D.; Diez, J.J.; López, J.S. & Negro, V. 2011. Why offshore wind energy? Renewable Energy, 36: 444-450. doi: https://doi.org/10.1016/j.renene.2010.07.009.

Figueiredo, B.F.S.R. 2014. Offshore Wind Power Economic Appraisal: The Portuguese Case Study. Programa de mestrado em Engenharia Industrial e Gestão (em inglês: Industrial Engineering and Management), Instituto Superior Técnico-Universidade Técnica de Lisboa, Tese de Mestrado, 73p. Disponível em: . Acesso em: 15 ago. 2018.

Gamesa. 2012. Gamesa G114-2.0 MW: Greater Energy Produced Low Wind Sites, Sarriguren. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2017.

Hersbach, H.; de Rosnay, P.; Bell, B.; Schepers, D.; Simmons, A.; Soci, C.; Abdalla, S.; Alonso-Balmaseda, M.; Balsamo, G.; Bechtold, P.; Berrisford, P.; Bidlot, J.; de Boisséson, E.; Bonavita, M.; Browne, P. Buizza, R.; Dahlgren, P.; Dee, D.; Dragani, R.; Diamantakis, M.; Flemming, J.; Forbes, R.; Geer, A.; Haiden, T.; Hólm, E.; Haimberger, L.; Hogan, R.; Horányi, A.; Janisková, M.; Laloyaux, P.; Lopez, P.; Muñoz-Sabater, J.; Peubey, C.; Radu, R.; Richardson, D.; Thépaut, J. N.; Vitart, F.; Yang, X.; Zsótér, E. & Zuo, H. 2018. Operational global reanalysis: progress, future directions and synergies with NWP, ECMWF. ERA Report Series, 27. doi: 10.21957/tkic6g3wm

Hoffmann, L.; Günther, G; Li, D.; Stein, O.; Wu, X.; Griessbach, S.; Heng, Y.; Konopka, P.; Müller, R.; Vogel, B. & Wright, J.S. 2019. From ERA-Interim to ERA5: The considerable impact of ECMWF's next-generation reanalysis on Lagrangian transport simulations. Atmospheric Chemistry and Physics, 19: 3097-3124. doi: 10.5194/acp-19-3097-2019.

Kaiser, M.J. & Liu, M. 2014. Decommissioning cost estimation in the deepwater U.S. Gulf of Mexico – Fixed platforms and compliant towers. Marine Structures, 37: 1-32. doi: https://doi.org/10.1016/j.marstruc.2014.02.004.

Ko, D.H.; Jeong, S.T. & Kim, Y.C. 2015. Assessment of wind energy for small-scale wind power in Chuuk State, Micronesia. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 52: 613–622. doi: https://doi.org/10.1016/j.rser.2015.07.160.

Laloyaux, P.; de Boisseson, E.; Balmaseda, M.; Bidlot, J.; Broennimann, S.; Buizza, R.; Dalhgren, P.; Dee, D.; Haimberger, L.; Hersbach, H.; Kosaka, Y.; Martin, M.; Poli, P.; Rayner, N.; Rustemeier, E. & Schepers, D. 2018. CERA‐20C: A Coupled Reanalysis of the Twentieth Century. Journal of Advances in Modeling Earth Systems, 10: 1172–1195. doi:10.1029/2018MS001273.

MHI Vestas Offshore. Leading edge techonology: Turbines & Innovations. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2018

Milani, E.J.; Brandão, J.A.S.L.; Zalán, P.V. & Gamboa, L.A.P. 2000. Petróleo na margem continental brasileira: geologia, exploração, resultados e perspectivas. Revista Brasileira de Geofísica, 18(3): 352-396. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-261X2000000300012.

Mimmi, F.; Nunes, R.D.; Silva, M.M. & Souza, G.L. 2015. Offshore Fixed Platforms Decommissioning: Mapping of the Future Demand in the Brazilian Context. In: OFFSHORE TECHNOLOGY CONFERENCE, 2, Rio de Janeiro, 2015. Papers, Rio de Janeiro, SPE, p. 1-18 (OTC-26159-MS).

Moni, R.C.; Quelhas, O.L.G; França, S.L.B & Meiriño, M.J. 2011. O gerenciamento de resíduos na indústria de petróleo e gás: uma proposta de gestão integrada. Interciência, 36(11): 808-815.

ONUDI. 2015. Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial. Energia Mini Eólica. Programa de Capacitação em Energias Renováveis. Disponível em: . Acesso em: 15 dez 2017.

Parizotto, R.R.; Nogueira, C.E.C.; Siqueira, J.A.C. & Petró, E. 2012. Análise e viabilidade técnica de implantação de aerogeradores eólicos de pequeno porte em residências. Acta Iguazu, 1(4): 55-64.

Picolo, A.P.; Rühler, A.J. & Rampinelli, G.A. 2014. Uma abordagem sobre a energia eólica como alternativa de ensino de tópicos de física clássica. Revista Brasileira de Ensino de Física, 36(4): 1-13. doi: https://doi.org/10.1590/S1806-11172014000400007.

SIEMENS. 2016. Powered by partnership: Sustainable solutions for your offshore wind power project. Hamburgo: Wind Power and Renewables Division. Disponível em: Acesso em: 10 fev. 2018.

Sommer, B.; Fowler, A.M.; Macreadie, P.I.; Palandro, D.A.; Aziz, A.C. & Booth, D.J. 2019. Decommissioning of offshore oil and gas structures – Environmental opportunities and challenges. Science of the Total Environment, 658: 973-981. doi: https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2018.12.193

Stehly, T.J.; Heimiller, D.M. & Scott, G.N. 2017. 2016 Cost of Wind Energy Review (No. NREL/NREL/TP-6A20-70363). Golden, CO (United States), National Renewable Energy Lab (NREL), 38p. Disponível em: . Acesso em: 21 mai. 2018.

WINDEUROPE. 2016. The European offshore wind industry: Key trends and statistics 2016. Bruxelas. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2018.




DOI: https://doi.org/10.11137/2020_3_455_466

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexers and Bibliographic DatabasesFollow us
SCImago Journal & Country Rank
ISSN
ROAD
Clarivate
Diadorim
DOAJ
DRJI
GeoRef
Google Scholar
Latindex
REDIB
Oasisbr
Twitter
Instagram
Facebook
All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International Public License (CC BY-NC 4.0).