20 Anos de Experiências em Popularização da Geologia no Brasil e na Alemanha: Considerações a partir dos Projetos ''Caminhos Geológicos'' e ''Cem Obras-primas''

Felipe Rodrigues Waldherr, Telma Mendes da Silva, Marcus Felipe Emerick Soares Cambra, Kátia Leite Mansur

Abstract


Ao iniciar o século XXI, as temáticas associadas à proteção e conservação do meio ambiente, em especial elementos da geodiversidade com valores excepcionais, obtiveram um importante avanço no que se refere às iniciativas que visavam a popularização do conhecimento científico. No Brasil a implementação do “Projeto Caminhos Geológicos” (PCG), no estado do Rio de Janeiro, é considerado um marco importante na divulgação e inserção da cultura geológica na sociedade. Na Alemanha, de forma simultânea, o “Projeto 'Cem Obras-primas - Os Geossítios mais belos da Baviera”, baseando-se igualmente na valorização das geociências, foi inaugurado na mesma época no estado da Baviera. Em ambos projetos as iniciativas apresentaram como alicerce fundamental a transmissão de uma enriquecedora experiência geológica, além de integrar uma proposta educativa e de turismo científico sobre a geodiversidade. A valorização do patrimônio geológico pode ser atribuída, em especial, através de um processo permanente de ampla divulgação, envolvendo a instalação de painéis interpretativos, disponibilidade ao conteúdo informativo através de plataformas digitais e/ou por meio físico e, fundamentalmente, de excursões de campo em pontos previamente selecionados dentro dos limites estaduais. Próximo de completar 20 anos desde a instalação dos primeiros painéis, a abordagem pioneira de ambos os projetos ainda constitui o exemplo mais bem-sucedido de inserção da popularização da geologia nos seus países. No entanto, após todo este tempo, torna-se necessário reavaliar os aspectos positivos e negativos dessas ''experiências geológicas'' de maneira a contribuir para sua continuidade, elaborando reflexões e possíveis melhorias à proposta dos projetos.


Keywords


Patrimônio Geológico; Geodiversidade; Popularização da Geologia

References


Alonso, R.N. 2012. Geología del Paisaje - Salta y su Patrimonio Natural. Salta, Mundo Gráfico, 220p.

Azevedo, U.R. 2007. Patrimônio Geológico e Geoconservação no Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais: Potencial para a criação de um Geopoarque da UNESCO. Programa de Pós-graduação em Geologia, Universidade Federal de Minas Gerais, Tese de Doutorado, 211p.

Bayerisches Staatsministerium für Umwelt und Gesundheit. 2019. Vulkankrater Gebirgsstein. Disponível em: https://www.lfu.Bayern.de/geologie/ bayernsschoenstegeotope/84/doc/ 84_schautafel.pdf. Acesso em: 02 dez. 2019.

Brilha, J. 2005. Patrimônio Geológico e Geoconservação: A conservação da natureza na sua vertente geológica. Braga, Palimage Editores, 190p.

Brilha, J. 2016. Inventory and quantitative assessment of geosites and geodiversity sites: a review. Geoheritage, 8: 119-134.

Cambra, M.F.E.S.; Mansur, K.L.; Schmitt, R.S.; Pressi, L.F.; Fernandes, G.L. F.; Tupinambá, M.; Valeriano, C.M. & Simões, L.C. 2018a. Manutenção e implantação dos painéis interpretativos dos Projetos Caminhos Geológicos e Caminhos de Darwin no Estado do Rio de Janeiro - 2016/2018. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 49, Rio de Janeiro, 2018a. Anais, Rio de Janeiro, SBG.

Cambra, M.F.E.S.; Pressi, L.F.; Mansur, K.L.; Almeida, J.C.H.; Nascimento, V.M.R.; Costa JR., N.A.; Cavalcante, R.; Souza, M.M. & Rosa, D.A.R. 2018b. Participação do Projeto Caminhos Geológicos em cursos sobre geodiversidade local, geoturismo e geoparque - 2015/2016. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 49, Rio de Janeiro, 2018b. Anais, Rio de Janeiro, SBG.

Cambra, M.F.E.S.; Pressi, L.F.; Mansur, K.L.; Costa Jr., N.A.; Silva, A.L.C.; Silva, M.A.M.; Xaubet, P.H.M. & Almeida, J.C.H. 2018c. A atuação dos projetos Caminhos Geológicos e Caminhos de Darwin na divulgação da geodiversidade do Parque Estadual da Serra da Tiririca de 2014 a 2017 - Niterói e Maricá (RJ). In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PATRIMÔNIO GEOLÓGICO, 4, Ponta Grossa, 2018c. Anais, Ponta Grossa, UEPG.

Costa, N.M.C. & Oliveira, F.L. 2018. Trilhas: Caminhos para o geoturismo, a geodiversidade e a geoconservação. In: GUERRA, A.J.T. & JORGE, M.C.O. (ed.). Geoturismo, Geodiversidade, Geoconservação - Abordagens Geográficas e Geológicas. Oficina de Textos, p. 201-227.

Glaser, S.; Lagally, U.; Loth, G.; Schmidt, H. & Schwarz, K. 2008. Geotope in Oberbayern. Augsburg, Bayerisches Landesamt für Umwelt, 192 p.

Gümbel, C.W. 1868. Geognostische Beschreibung des Königreichs Bayern, Geognostische Beschreibung des Ostbayerischen Grenzgebirges oder des Bayerischen und Oberpfälzer Waldgebirges - Zweite Abtheilung. GOTHA, Verlag von Justus Perthes, 968p.

Heilbron, M.; Eirado, L.G. & Almeida, J. 2016. Mapa Geológico e de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro. 1 mapa: 80 cm x 120 cm. Escala 1:400.000

Jorge, M.C.O. & Guerra, A.J.T. 2016. Geodiversidade, Geoturismo e Geoconservação: Conceitos, Teorias e Métodos. Espaço Aberto (PPGG - UFRJ), 6(1): 151-174.

Lagally, U. 2007. Es begann an der Donau - 166 Jahre Geotopschutz in Bayern. Jahrbuch der geologischen bundesanstalt, 147: 87-94.

Lagally, U. & Loth, G. 2017. Experiencing Bavarias Geological Heritage - The Project ''Hundred Masterpieces''. Geoheritage, 9: 519-531.

Lagally, U.; Loth, G. & Schindelmann, C. 2014. The '' Day of Geosites'' in Germany - A successful promotion tool for the Earth Sciences. Geoheritage, 7: 195-204.

Landseer, C. 1827. Vista do Pão de Açúcar tomada da Estrada do Silvestre. Disponível em: . Acesso em: 02 dez. 2019.

Liccardo, A.; Mantesso-Neto, V. & Piekarz, G.F. 2012. Geoturismo Urbano - Educação e Cultura. Anuário do Instituto de Geociências, 35(1): 133-141.

Mansur, K.L. 2018. Patrimônio Geológico, Geoturismo e Geoconservação: Uma Abordagem da Geodiversidade pela vertente Geológica. In: GUERRA, A.J.T. & JORGE, M.C.O. (ed.). Geoturismo, Geodiversidade, Geoconservação - Abordagens Geográficas e Geológicas. Oficina de Textos, p. 1-49.

Mansur, K.L. & Erthal, F. 2003. Preservação do Patrimônio Natural - Desdobramentos do Projeto Caminhos Geológicos no Estado do Rio de Janeiro. In: SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DO SUDESTE, 8, São Pedro, 2003. Anais, São Pedro.

Mansur, K.L. & Nascimento, V. 2007. Popularización del Conocimiento Geológico: Metodología del Proyecto Caminhos Geológicos. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 15: 77-84.

Mansur, K.L. & Silva, A.S. 2011. Society's Response: Assessment of the performance of the Caminhos Geológicos (Geological Paths) Project, State of Rio de Janeiro, Brazil. Geoheritage, 3: 27-39.

Mansur, K.L.; Guedes, E.; Alves, M. da G.; Nascimento, V.; Pressi, L.F.; Costa Jr., N.; Pessanha, A.; Nascimento, L.H. & Vasconcelos, G. 2012. Geoparque Costões e Lagunas do Estado do Rio de Janeiro (RJ) - Proposta. In: SCHOBBENHAUS, C. & SILVA, C.R. (ed.). Geoparques do Brasil: Propostas vol. 1. Serviço Geológico do Brasil, p. 687-745.

Mansur, K.L; Ramos, R.R.C.; Cambra, M.F.E.S.; Seoane, J.C.S.; Pressi, L.F.; Barbosa, C.F.; Silva Jr., G.C.; Lanari, F.; Medeiros, S.R.; Costa, M.A.; Vasconcelos, G.F.; Pinto, A.L.R. & Almeida, C.N. 2018. Geoparque Costões e Lagunas do RJ: Construção pela popularização da ciência e educação. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 49, Rio de Janeiro, 2018. Anais, Rio de Janeiro, SBG.

Mansur, K.L; Rocha, A.J.D.; Pedreira, A. (in memoriam); Schobbenhaus, C.; Salamuni, E.; Erthal, F.C.; Piekarz, G.; Winge, M.; Nascimento, M.A.L. & Ribeiro, R.R. 2013. Iniciativas institucionais de valorização do patrimônio geológico do Brasil. Boletim Paranaense de Geociências, 70: 02-27.

Miranda, E.E. 2005. Brasil em Relevo. Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2020.

Miranda, F. & Lema, H. 2013. Panorama actual del patrimônio geológico em Argentina. Boletim paranaense de geociências, 70: 87-102.

Nascimento, M.A.L.; Azevedo, U.R. & Neto, V.M. 2005. Geoturismo, Geodiversidade e Geoconservação: Conceitos úteis para a promoção do Patrimônio Geológico. In: SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DO NORDESTE, 21, Recife, 2005. Boletim de Resumos, Recife, SBG, p. 388-392.

Pacheco, J. & Brilha, J. 2014. Importância da interpretação na divulgação do património geológico: uma revisão. Comunicações Geológicas, 101 (1): 101-107.

DRM-RJ. 2019. Armação dos Búzios - O Himalaia brasileiro. Disponível em: http://www.drm.rj.gov.br/index.php/downloads/category/50-armao-de-bzios.html. Acesso em: 02 dez. 2019.

Pressi, L.F. & Cambra, M.F.E.S. 2014. Diagnóstico e mudança de perspectivas do Projeto Caminhos Geológicos do Estado do Rio de Janeiro (2013-2014). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 47, Salvador, 2014. Anais, Salvador.

Schmitt, R. & Mansur, K.L. 2001. Os Caminhos Geológicos do Estado do Rio de Janeiro - A experiência de Armação de Búzios. In: SIMPÓSIO DE GEOLOGIA DO SUDESTE, 7, Rio de Janeiro, 2001. Boletim de Resumos, Rio de Janeiro, SBG, p. 205.

Schmitt, R.S.; Tupinambá, M.; Valeriano, C.M.; Ragatky, D. & Mansur, K.L. 2004. O Projeto Caminhos Geológicos - Divulgação científica dos monumentos geológicos do Estado do Rio de Janeiro. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2, Belo Horizonte, 2004. Anais, Belo Horizonte, CBEU.

Silva, J.F.A. & Aquino, C.M.S. 2017. Panorama geral das iniciativas de geoconservação do patrimônio geológico internacionais e nacionais. Caderno de Geografia, 27(1): 1-18.

Simões, L.C., Mansur, K.L., Brito, M.F. 2011. O mapa dos Caminhos de Darwin no Rio de Janeiro: Implantação de um projeto de popularização da história da ciência. In: Scientiarum Historia, IV, Rio de Janeiro, 2011. Anais, Rio de Janeiro, UFRJ, p. 1-7.

Valeriano, C.M. 2006. A odisséia do Pão de Açúcar: as rochas contam sua história... Projeto Caminhos Geológicos, DRM-RJ. Disponível em: http://www.drm.rj.gov.br/. Acesso em: 02 dez. 2019.




DOI: https://doi.org/10.11137/1982-3908_2021_44_38302

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexers and Bibliographic DatabasesFollow us
SCImago Journal & Country Rank
ISSN
ROAD
Clarivate
Diadorim
DOAJ
DRJI
GeoRef
Google Scholar
Latindex
REDIB
Oasisbr
Twitter
Instagram
Facebook
All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International Public License (CC BY-NC 4.0).