Relação entre Preferência Lateral Global e Preferência Lateral Específica em praticantes de Breakdance

Robson Furlan Ricardo, Victor Hugo Alves Okazaki

Resumo


O diagnóstico da preferência lateral pode ser realizado por meio de inventários ou por observação comportamental. Visto que a preferência lateral não tem sido foco de estudo em modalidades de dança, o presente estudo diagnosticou e correlacionou a preferência lateral global e a preferência lateral específica de praticantes de Breakdance. Participaram 12 praticantes de Breakdance com idade entre 14 e 28 anos (M=19,4 anos; DP= 3,6) das cidades de Cambé e de Londrina com no mínimo  3 anos de experiência. Os participantes responderam ao Inventário de Preferência Lateral Global (IPLAG) e aoinventário de preferência lateral especificamente desenvolvido para as habilidades do Breakdance. De acordo com as respostas, cada indivíduo foi classificado como: fortemente canhoto (1), canhoto moderado (2), indiferente (3), destro moderado (4) e fortemente destro (5).  Após a realização dos inventários, foi realizada uma análise de correlação que evidenciou que a preferência lateral global não é a mesma da preferência lateral específica em nenhum dos fundamentos do Breakdance. A partir de uma segunda análise, verificou-se que seria possível predizer a preferência lateral no Breakdance por meio da preferência lateral específica para os fundamentos Footwork, Freeze e Power Move.


Palavras-chave


Lateralidade; Preferência Lateral; IPLAG; Breaking

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.