O Futebol como distintivo de classe: O caso de Vitor Serpa em Belo Horizonte e outras indagações

Roberto Camargos Malcher Kanitz

Resumo


O presente artigo pretende problematizar a construção mítica do jovem Vitor Serpa, que seria o introdutor do futebol na recém criada capital de Minas Gerais -- Belo Horizonte, no início do século XX. Esta história confunde-se com a de dois outros mitosde Charles Miller, em São Paulo; e Oscar Cox, no Rio de Janeiro. No entanto, no mesmo período, Minas Gerais observava o fenômeno de surgimento de clubes operários de futebol.Dessa forma, com base nos dados coletados, questiona-se o protagonismo dos jovens advindos da burguesia brasileira na gênese do esporte bretão. Para construir essa trama foram utilizados outros artigos sob a temática e periódicos do período estudado.


Palavras-chave


Futebol, Vitor Serpa, clubes operários

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Fátima Martin Ferreira. O futebol nas fábricas. in: Revista USP. n. 22, 1994.

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito da História. In: ____. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Trad. Sérgio Paulo Rouanet, São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 222-232. (Obras escolhidas, v. I)

BURKE, Peter. A História Social dos Clubes. in: Jornal “Folha de São Paulo. São Paulo, 2002.

CORBIN, Alain (org.). A História dos Tempos Livres. Lisboa: Editorial teorema, 2001.

CUNHA, Luciana Bicalho da. As roupas esportivas em revista na cidade de Belo Horizonte (1929-1950): moldes, recortes e costuras. [dissertação] UNICAMP: Campinas, 2011.

GIULIANOTTI, R. Sociologia do Futebol: Dimensões históricas e socioculturais do esporte das multidões. São Paulo: Nova Alexandria, 2002.

HOBSBAWM, Eric J; RANGER, Terence (org). A Invenção das Tradições. São Paulo: Paz e Terra, 2015

KANITZ, Roberto Camargos Malcher. Villa Nova Athletic Club: histórias do futebol operário em Minas Gerais (1908 - 1952). [tese] Universidade Federal de Minas Gerais/Programa de Pós Graduação Interdisciplinar em Lazer: Belo Horizonte, 2017. 172 f.

MAYOR, Sarah Teixeira Soutto & NETO, Georgino Jorge de Souza. Victor Serpa e a “Mania do Foot-Ball”: O mito fundador do esporte bretão na cidade de belo horizonte/mg (1904-1905). Revista Podium Sport, Leisure and Tourism Review. Vol. 3, N. 1. Janeiro/Junho. 2014

MELO, Victor Andrade de. Corpos, bicicleta e automóveis: outros esportes na transição dos séculos XIX e XX. In: PRIORE, Mary Del; MELO, Victor Andrade (org.). História do Esporte no Brasil: do Império aos dias atuais. São Paulo: Editora da UNESP, 2009.

MILLS, John Robert. Charles Miller: o pai do futebol brasileiro. São Paulo: Panda Books, 2005

NETTO, José Paulo. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda. Footballmania: Uma história social do futebol no Rio de Janeiro (1902-1938). Campinas: UNICAMP, 1998. (tese)

SANTOS, João Manuel Casquinha Malaia; DRUMOND, Maurício. A Construção de Histórias do Futebol no Brasil (1922 a 2000): reflexões. in: Revista Tempo. Vol. 17. N. 34. Dossiê: Uma história do esporte para um país esportivo, 2012.

SEVCENKO, Nicolau. Futebol, metrópoles e desatinos. In: Revista USP. n. 22, 1994.

SOARES, Carmen L. Educação Física: Raízes Europeias e Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2001.

VIGARELLO, Georges. O Tempo do Desporto. In: CORBIN, Alain (org.). A História dos Tempos Livres. Lisboa: Editorial teorema, 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.