COMPARAÇÃO DAS RESPOSTAS HEMODINÂMICAS ENTRE O CICLISMO INDOOR E AQUÁTICO

Andréa Cristiane Ferreira, Roxana Macedo Brasil, Grace Barros de Sá, Ana Cristina Lopes Y. Glória Barreto, Marcos Aurélio dos Santos, Rodrigo Gomes de Souza Vale, Jefferson da Silva Novaes

Resumo


O objetivo deste estudo foi comparar as respostas hemodinâmicas dos parâmetros fisiológicos da freqüência
cardíaca (FC), pressão arterial (PA), duplo produto (DP), concentração de lactato (LA) e a percepção subjetiva de
esforço (PSE) nas atividades de CI (CI) e aquático (CA), utilizando-se o mesmo protocolo. A amostra limitou-se a 10
indivíduos (24,5À4,67 anos; 178,8À3,62 cm, 81,09À8,08kg) do gênero masculino. Utilizou-se as bicicletas SCHWIN
(2001) e HIDRORYDER nas sessões de CI e CA, respectivamente. O procedimento estatístico foi composto por análise
descritiva e inferencial através do teste t-Student para comparação entre as médias das variáveis fisiológicas e teste
Mann-Whitney para a comparação entre as médias da PSE. O comportamento da FC variou significativamente entre os
meios apenas no estágio 1 da aula, enquanto a variável PAS apresentou diferença significativa somente no estágio 2. A
variável PAD não demonstrou diferença significativa, assim como as variáveis LA e DP em nenhum dos estágios. A PSE
observada na sessão de CA apresentou valores superiores à sessão CI, no entanto não demonstrou ser significativa,
exceto no estágio 2. A partir destes resultados sugere-se que o comportamento das respostas hemodinâmicas e da PSE
não diferem significativamente entre as aulas de ciclismo realizadas.
 

Palavras-chave


Ciclismo , freqüência cardíaca, pressão arterial, lactato sanguíneo e percepção subjetiva de esforço.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.