RITOS DA FORMA. A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE FISICULTURISTA EM ACADEMIAS DE MUSCULAÇÃO NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

César Sabino, Madel T. Luz

Resumo


Este trabalho busca compreender a construção social da estética dominante nas academias de musculação e fisiculturismo no Rio de Janeiro sugerindo que a mesma está relacionada a uma ética que hierarquiza as relações sociais com base na forma corporal dos indivíduos reproduzindo o individualismo do consumo e a concepção do corpo humano como autômato. Nesse processo, o consumo de esteróides anabolizantes e o conhecimento prático de exercícios surgem como itens fundamentais para a construção da identidade fisiculturista.

Palavras-chave


Fisiculturismo. Construção social do corpo. Gênero. Esteróides anabolizantes. Indivíduo. Identidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.