INFLUÊNCIA DOS DIFERENTES TIPOS DE AQUECIMENTO NO NÚMERO DE REPETIÇÕES NOS EXERCÍCIOS RESISTIDOS

Antonio I. Vieira Nicoli, Kleber de O. Cordova, Ana Cristina Lopes Y. Glória Barreto, Jefferson da Silva Novaes

Resumo


O objetivo deste estudo foi verificar a influência do aquecimento específico (AE), aquecimento de flexibilidade passiva (AFP) e aquecimento aeróbico no step (AAS), no número de repetições nos exercícios resistidos. A amostra foi composta por 15 indivíduos do sexo masculino (25,33 À 3,35 anos; 174 À 6,77 cm; 79,14 À 7,98 kg; 9,88 À 4,26 % Gordura). Cada sujeito realizou cinco visitas, sendo as duas primeiras para o teste e re-teste de 10RM e nas demais foram realizados os protocolos específicos de aquecimento seguidos da sessão de treinamento. O tratamento estatístico (α = 0,05) foi realizado através do teste de Análise de Variância (ANOVA-two way). O Teste Post hoc de Tukey serviu para identificar possíveis diferenças entre as variáveis. No exercício de supino os valores médios na 1ª; 2ª e 3ª séries para AE (9,93 À 0,25; 8,93 À 0,88 e 7,66 À 1,04 repetições), AFP (10; 8,93 À 0,79 e 7,93 À 0,70 repetições) e AAS (10; 8,66 À 1,04 e 7,93 À 0,79 repetições), enquanto no agachamento foram AE (10; 9,73 À 0,59 e 8,86 À 0,91 repetições), AFP (10; 9,86 À 0,35 e 8,86 À 0,63 repetições) e AAS (10; 9,86 À 0,35 e 8,35 À 0,63 repetições). Tais resultados não se configuraram por diferenças estatisticamente significativas. Pode-se sugerir que os tipos de aquecimento não influenciaram no desempenho de exercícios resistidos.

ACUTE INFLUENCE OF THE DIFFERENT KINDS OF WARM-UP ON THE NUMBER REPETITIONS OF RESISTANCE EXERCISES.

Abstract: The purpose of this study was to verify the influence of specific warm-up (EW), passive flexibility warm-up (PFW) and aerobic step warm-up (ASW), on the number of repetitions on the resistance exercises. Fifteen men participate of the study (25.33 À 3.35 years; 174 À 6.77 cm; 79.14 À 7.98 kg; 9.88 À 4.26 % body fat). Each subject performed five visits, being two first visits, it was made test and re-test of ten repetitions maximums (10RM) and the next consisted of the three specific protocols followed by the training session. The statistical treatment (α = 0.05) based on Variance Analysis test (ANOVA-two way). Tukey's post hoc test was used to identify possible differences between variables. On the chest press the average values in the 1st; 2nd and 3rd sets to EW (9.93 À 0.25; 8.93 À 0.88 and 7.66 À 1.04 repetitions), PFW (10; 8.93 À 0.79 and 7.93 À 0.70 repetition) and ASW (10; 8.66 À 1.04 and 7.93 À 0.79 repetitions), on squat EW (10; 9.73 À 0.59 and 8.86 À 0.91 repetitions), PFW (10; 9,86À0,35 and 8,86 À 0,63 repetitions) and ASW (10; 9.86 À 0.35 and 8.35 À 0.63 repetitions). The results there where not difference among warm up. We can conclude that there aren't significant differences in the repetitions number with EW, PFW and PFW.


Palavras-chave


Aquecimento específico. Flexibilidade. Aeróbico no step. Treinamento resistido. Key -- Words: Specific warm-up. Flexibility. Aerobic step. Resistive training.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556.

Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.