ESTADOS EMOCIONAIS E A PRÁTICA ESPORTIVA: O ESTUDO DO MEDO NO VOLEIBOL

Tiago Nicola Lavoura

Resumo


Essa pesquisa teve por objetivo detectar as principais causas do medo em praticantes do sexo feminino da modalidade voleibol, verificando também, quais as maiores incidências de medo em diferentes situações dentro do contexto estudado. Foram participantes da pesquisa 11 garotas com idade entre 19 e 29 anos do Projeto de Extensão da UNESP/ Rio Claro. Aplicando um questionário com 14 questões fechadas, agrupando e categorizando os dados, obtivemos como resultados: a situação que maior apresentou incidência de medo foi a de “tenho medo de me lesionar”, seguida das situações “tenho medo de não obter êxito”, “tenho medo de ser incompetente”, “tenho medo de não render o que esperam de mim” e “tenho medo de ser rejeitado pelo meu grupo”.

EMOTIONAL STATES AND THE PRACTICE OF SPORT: THE STUDY OF THE FEAR IN VOLEYBALL

Abstract: This research had for objective to detect the main causes of fear in feminine volleyball players, also verifying, which the greatest fear incidences in different situations within the studied context. Eleven players with age between 19 and 29 years of the Extension Project from the UNESP / Rio Claro University had been participated in the project. Applying a questionnaire with 14 closed subjects, grouping and categorizing the data, we obtained as results: the most feared situation was “I'm afraid of getting hurt”, followed by “I'm afraid of not being successful”, “I'm afraid of being a incompetent player”, “I'm afraid of not render what people expect from me” and “I'm afraid of being rejected by my group”.


Palavras-chave


Estados emocionais. Medo. Contexto esportivo.Keywords: Emotional state; fear; sports context.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556.

Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.