EXERCÍCIO AERÓBIO E POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA: Uma Revisão Acerca Das Respostas Agudas Dos Sistemas Cardiorrespiratório E Imune

Rogério Carvalho da Silva, Monique Matsuda, André Gonçalves Correa, Flávio de Oliveira Pires, Adriano Eduardo Lima Silva, Rômulo Bertuzzi

Resumo


A prática de exercícios físicos em parques públicos e ruas das grandes cidades, e o aumento da poluição atmosférica fomentam estudos sobre a relação entre poluentes, atividade física e desempenho esportivo, uma vez que exercícios aeróbios contribuem para prevenção e tratamento de doenças crônico-degenerativas, e a poluição atmosférica desencadeia processos inflamatórios que agravam principalmente doenças cardiorrespiratórias. Portanto, esta revisão visa informar sobre o impacto da prática de atividades físicas predominantemente aeróbias realizadas em ambientes poluídos, enfatizando a resposta aguda dos sistemas imune e cardiorrespiratório, e abordando condutas para os treinadores. Sugere-se uma análise quantitativa do efeito nocivo da poluição sobre o sistema cardiorrespiratório. Atividade Motora; Poluição do Ar; Reação de Fase Aguda; Sistema Cardiorrespiratório.


Palavras-chave


Atividade Motora; Poluição do Ar; Reação de Fase Aguda; Sistema Cardiorrespiratório.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.