A ESCALADA ESPORTIVA UTILIZADA POR AMPUTADOS DE MEMBRO INFERIOR COMO MEIO PARA INTEGRAÇÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO PESSOAL

Mariana Silva Cruz, Carolina Aparecida de Castro Granato, Gisele Pereira Dias

Resumo


O objetivo deste estudo é apresentar a viabilidade do que não seria provável para um deficiente físico amputado de membro inferior: realizar escalada indoor, assim como apresentar se há benefícios na prática e se esta pode ser um instrumento de inclusão social.  Um estudo de caso foi realizado a partir da visão de um professor especialista em esporte adaptado e dois amputados de membros inferiores que vivenciaram o esporte. Para isso, foi utilizado um questionário diferente para cada entrevistado, elaborado pelas autoras da pesquisa e aplicados pessoalmente como forma de melhor interagir com cada um deles. A partir da análise desses instrumentos e de pesquisa bibliográfica, foi possível concluir que o ser humano, diante da deficiência física, é capaz de se superar e alcançar benefícios não só físicos, mas também psicológicos, despertados pela sua vivência com a escalada. Esta vivência o leva a buscar provar para si mesmo, pela necessidade que o acompanha, do que ele é capaz, fazendo desta experiência uma importante ferramenta de inclusão social.

 

 


Palavras-chave


Benefícios; amputado; escalada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.