A CAPACIDADE FUNCIONAL E SUAS ASSOCIAÇÕES COM AS QUEDAS EM IDOSOS

Sidnei Jorge Fonseca Junior, Wagner Oliveira Batista, Rafael Gonçalves Tavares

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar através da literatura pertinente estudos que associem o nível de capacidade funcional com a ocorrência de quedas em idosos. O delineamento metodológico caracterizou-se por uma revisão da literatura através da Biblioteca Virtual em Saúde dos artigos das bases de dados MEDLINE e LILACS. Não foi possível chegar a uma conclusão sobre a associação entre a capacidade funcional e a ocorrência de quedas no gênero masculino. No gênero feminino, embora os resultados não apresentem uma associação entre a capacidade funcional e a ocorrência de quedas, algumas características observadas, como a maior vulnerabilidade de idosas com capacidade funcional mediana às quedas, assim como a maior pré-disposição e o excessivo risco de lesões em relação ao masculino, merecem atenção especial e destaque em novos estudos. Ademais, as associações observadas entre a força isométrica de extensão de joelhos e de dorsiflexão de tornozelos demonstraram a importância da manutenção e reabilitação da força muscular na prevenção de quedas.


Palavras-chave


capacidade funcional, idosos e quedas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.