VELOCIDADE CRÍTICA: impacto do tipo de saída e sua aplicação em provas de travessias em águas abertas em adolescentes

Luis Paulo Gomes Mascarenhas, Wagner Luis Ripka, Rafael Teixeira Ilkiu, Eduardo Borba Neves

Resumo


Introdução: A velocidade crítica (Vcrit) é um parametro utilizado para predição de desempenho de atletas em provas de grandes distâncias. O objetivo deste estudo foi verificar a aplicabilidade da Vcrit, obitida em piscina de 25m com saída baixa e saída olimpica, para estimação do tempo da prova de 1.500m em águas abertas. Procedimentos Metodológicos: Participaram deste estudo 17 nadadores do sexo masculino, com idades entre 10 e 14 anos. A velocidade crítica foi calculada a partir dos tempos das distâncias de 200m e 400m, com intervalo de 72 horas.  Resultados: Sugerem que existem diferenças estatisticamente significativas para os valores de tempo de prova para distâncias de 200m e 400m quando submetida a diferentes protocolos (saída baixa versus saída olímpica). Quando ao protocolo para predição do desempenho em travessias de águas abertas com distância de 1.500m, os dados das provas com saída baixa apresentaram melhores correlações. Conclusão: Por fim, foi proposta uma equação baseada na velocidade crítica calculada a partir dos dados do protocolo com saída baixa para predição do desempenho em provas de 1.500m, em águas abertas, que apresentou uma correlação de 0,952.


Palavras-chave


natação; velocidade crítica; desempenho

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556.

Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.