EDUCAÇÃO FÍSICA E TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE: um olhar no contexto escolar

João Donizete da Silva Júnior, Jozi Lemes da Silva, Leonardo Trevisan Costa

Resumo


O objetivo da presente pesquisa foi realizar uma revisão de literatura sistemática, abordando o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) no contexto escolar e suas relações com Educação Física.  Foram revisadas fontes de literatura através da busca nas bases de dados eletrônicas BIREME e SCIELO, utilizando como descritores: “TDAH”, “TDAH + escola” e “TDAH + Educação Física”. Os resultados demonstram que o TDAH é considerado o transtorno mais comum na infância, incidindo em aproximadamente 3% a 6% da população escolar, tendo como principais características à falta de atenção, impulsividade e hiperatividade, dislexia, baixo desempenho escolar, abandono escolar, déficit de memória, coordenação motora insatisfatória, padrões motores arrítmicos, entre outros. Nesse sentido, professores de Educação Física tornam-se um elo importante na diminuição desses prejuízos causados pelo TDAH, recomendando-se, avaliar e adaptar abordagens pedagógicas, assim como trabalhar de forma individualizada centrado nas capacidades de seus alunos e não em suas desvantagens.

Palavras-chave


Hiperatividade; TDAH; Educação Física

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556. Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.