Prevalência de Lesões em Atletas de Voleibol de Diferentes Categorias

Elisa Dell Antonio, Caroline Ruschel, Renato Back, Thiago Gonsaga de Souza, Alessandro Haupenthal, Suzana Matheus Pereira

Resumo


Este estudo investigou a prevalência de lesões em atletas de voleibol considerando as regiões anatômicas atingidas e os diagnósticos. A amostra foi composta por 299 sujeitos de ambos os sexos, participantes da fase estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina (categoria adulto) e Joguinhos Abertos de Santa Catarina (categoria infanto-juvenil). Os sujeitos foram divididos em dois grupos: o grupo 1 foi formando por 201 atletas da categoria infanto-juvenil e 98 atletas da categoria adulto integraram o grupo 2. Os dados foram obtidos através do questionário ‘Perfil do Campeão' da rede CENESP e analisados através da estatística descritiva e inferencial (teste qui-quadrado). Os resultados evidenciam a prevalência de lesões nos membros inferiores, com destaque para o tornozelo e joelho. Os diagnósticos mais citados foram entorses e tendinites. Os atletas do grupo 2 foram significativamente mais acometidos em relação aos atletas no grupo 1 (p


Palavras-chave


Epidemiologia; Lesão; Prevenção; Treinamento; Voleibol

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1809-9556.

Todos os direitos reservados a revista ARQUIVOS em MOVIMENTO e a seus Autores.