A REFORMA TRABALHISTA DE 2017 SOB A PERSPECTIVA DO PENSAMENTO DE PIERRE BOURDIEU

Diego Sander Freire, Thais Alves Marinho

Resumo


O tema da reforma trabalhista do ano de 2017 é contemporâneo, seguindo a abordagem da história imediata, e afeta profundamente as relações sociais (especialmente as trabalhistas) brasileiras, atraindo interesses doutrinário e prático. A reforma modificou ou revogou mais de 100 artigos da CLT, além de promover alterações em leis esparsas. Ademais, trouxe determinações que contrariam posições doutrinário-jurisprudenciais anteriormente reconhecidas. Em outras palavras, visou a alterar a doxa do campo do direito do trabalho. Acreditamos que o estudo da reforma a partir da utilização do arcabouço conceitual de Pierre Bourdieu, especialmente as noções de campo, habitus e doxa, poderá contribuir para o debate em torno de tão relevante fato histórico.

Palavras-chave


Reforma Trabalhista Brasileira de 2017; Pierre Bourdieu; História imediata

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ars Historica - Instituto de História – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Largo de São Francisco de Paula, no 1, Sala 205 – Centro, Rio de Janeiro – Brasil, CEP 30051-070.

Redes sociais:

  • https://www.facebook.com/RevistaArsHistorica
  • https://www.instagram.com/revistaarshistorica/

Contato:

  • revistaarshistorica@gmail.com