Pensar o ser e o agir em O homem duplicado

Madalena Aparecida Machado

Resumo


O homem duplicado (2002) de José Saramago narra a vida de Tertuliano Máximo Afonso que é o homem à procura de respostas para o caso insólito em que está inserido. Pensar o ser e o agir neste livro conduz o leitor aos labirintos da sensibilidade humana esquecida em meio às ocupações. Da igualdade retirada nas diferenças, o fundamento unificador da existência do personagem, possibilita a interpretação em termos do homem agir em função da própria compreensão. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.