O tempo da queda - uma análise do conto de José Saramago "A cadeira"

Luís Roberto de Souza Júnior

Resumo


“A cadeira” é o conto que abre o livro de José Saramago Objecto quase, publicado em 1978. No conto, um narrador irônico relata com detalhes e digressões a queda de uma singela cadeira – na qual está sentado um velho – cuja madeira de que é feita foi deteriorada pela ação de carunchos. Este artigo se propõe a analisar “A cadeira” em busca de que constituiria seu indiscutível valor literário. Para isso, recorre-se a algumas correntes teóricos marcantes do século 20: o materialismo dialético, representado por Lucien Goldmann; o formalismo russo, através de Viktor Chklovski, a fenomenologia, com a teoria dos estratos de Roman Ingarten; o estruturalismo, na visão de Gérard Genette; além de considerações de Gerard Prince e Walter Benjamin.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.