A literatura posta em questão em Noturno do Chile, de Roberto Bolaño

Maria Iranilde Almeida Costa

Resumo


O artigo centra-se no questionamento ético-estético que perfaz a obra Noturno do Chile de Roberto Bolaño, qual seja, a busca de uma função para literatura e o papel desempenhado por seus atores, em especial o escritor e o crítico literário, numa época em que compactuar com sistema ditatorial ou infringi-lo apresentam-se como as únicas opções possíveis. Uma intelectualidade autorreferenciada e contemplativa responderia a uma necessidade do literário contemporâneo?

Palavras-chave: Roberto Bolaño, Noturno do Chile, literatura, crítica literária, ditadura militar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.