Apontamentos: A escrita crítica e as artes plásticas

Janaína Laport Bêta

Resumo


O presente estudo não excede, como o próprio título sugere, a condição de esboço para trabalho futuro. Breve olhar sobre a história da crítica nas artes plásticas desde sua condição embrionária no Renascimento até o momento presente. Olhar que se volta para os modos de realização da escrita da arte em busca de perceber proximidades e distanciamentos entre o pensamento critico vigente e a proposta de uma crítica voltada para as questões originárias do Ser, para o pensar poético.

Palavras Chave: Arte, Crítica, Poética.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, Leon Battista — De la pintura y otros escritos sobre arte. Madrid: Editorial Tecnos, 1999.

ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

BAUDELAIRE, Charles. A especificidade das artes (Salão de 1846); Arte Filosófica (salão de 1859). In: A pintura. Textos essenciais vol.7 Direção geral e apresentação Jaqueline Lichtenstein. O paralelo das artes. São Paulo:editora 34, 2005. p.102 a 113.

CABANNE, Pierre. Marcel Duchamp: Engenheiro do Tempo Perdido. São Paulo: Perspectiva, 1997.

CASTRO, Manuel Antônio de. Heidegger e as Questões da Arte. In: A Arte em Questão: As Questões da Arte. Organização: Manuel Antônio de Castro. Rio de Janeiro: 7Letras, 2005.

_____. O krinien, o método e o critério. Disponível em: WWW.travessia poética.blogspot.com.

_____. Interdisciplinaridade poética: o “entre”. In: Rev. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, 164: 7/36, jan-mar.,2006.

DANTO, Arthur. After the end of art. Princeton: Princeton University press, 1997.

DE DUVE, Thierry. Kant depois de Duchamp. In: revista do Mestrado em História da Arte EBA. UFRJ. 2º semestre 1998.

DIDEROT, Denis. Salão de 1765. In: A pintura. Textos essenciais vol.7 Direção geral e apresentação Jaqueline Lichtenstein. O paralelo das artes. São Paulo:editora 34, 2005. p.77 a 81.

FRANCASTEL, Pierre. Pintura e Sociedade. São Paulo, Martins Fontes, 1990.

GREEMBERG, Clement. Depois do expressionismo Abstrato. In: Revista Gávea 3. Rio de Janeiro : PUC-Rio, 1986.

GONÇALVES, Lisbete Rebollo. Arte Contemporânea e Crítica de Arte. In: Os Lugares da Crítica de Arte. São Paulo:ABCA: Imprensa oficial do Estado, 2005.

HEIDEGGER, Martin. A Origem da Obra de Arte. Tradução de Idalina Azevado da Silva e Manuel Antônio de Castro. Rio de Janeiro: Mimeo, 2008.

_____. Identidade e Difererença. Tradução de Ernildo Stein. In: Heidegger, Col. Os Pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 2005.

KRAUSS, Rosalind. “O duplo negativo: uma síntese para a escultura” In: Caminhos da escultura moderna. Tradução Julio Fischer. São Paulo:Martins Fontes, 1998. Título original: Passages in modern sculpture.

_____. O fotográfico. Barcelona: Gustavo Gili, 2002. MINK, Janis. Duchamp -- A Arte como Contra-Arte. Nova Iorque: Taschen, 1996.

PANOFSKY, Erwin. Significado nas Artes Visuais.

PAZ, Otávio. MARCEL DUCHAMP ou o Castelo da Pureza. Editora Perspectiva.

PLATÃO, Fedro. São Paulo: Martin Claret, 2007.

RILKE, Rainer Maria. Cartas sobre Cézane. Rio de Janeiro, editora 7Letras, 2001. São Paulo: Perspectiva, 1995.

VAN GOGH, Vincent. Cartas a Théo. Porto alegre, LePM editores, 2002.

VASARI, Giorgio. Carta a Benedeto Varchi. In: A pintura. Textos essenciais vol.7 Direção geral e apresentação Jaqueline Lichtenstein. O paralelo das artes. São Paulo:editora 34, 2005. p. 32 a 35.

WÖLFFLIN, Heinrich. Conceitos Fundamentais da História da Arte. São Paulo: Martins Fontes, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.