Um(as) Imagem(s) de Cummings

Plinio Fernandes Toledo

Resumo


O trabalho de análise cujo resultado é apresentado no texto a seguir possui uma simplicidade na concepção aliada à total falta de pretensão quanto ao método. Não parto de um método entendido como caminho único e insubstituível, mas da necessidade incontornável de enfrentar a obra no que ela apresenta de novo e peculiar, na configuração de sua singularidade que impõe à leitura crítica a tarefa de elaborar o trajeto de acordo com as direções que a própria obra aponta. Ocupo-me da leitura de dois poemas de E. E. Cummings os quais impressionam, a primeira vista, pela economia de recursos aliada à habilidade no tratamento de um material aparentemente tão pouco digno e de expressão tão exígua. A máxima concentração conseguida pelo poeta na expressão verbal esconde, na aparente simplicidade de sua forma, a complexidade de uma arte de construção que apenas a inteligência aliada à sensibilidade consegue perceber. Verifica-se em Cummings o postulado de Pound segundo o qual a grande literatura é simplesmente linguagem carregada de significado até o máximo grau possível, cristalizado na fórmula Dichten = condensare

Texto completo:

PDF

Referências


BANDEIRA, Manuel. Itinerário de Passárgada. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

COSTA LIMA, Luiz. Teoria da Literatura em suas fontes, Vol. 1/ seleção, introdução e revisão técnica, Luiz Costa Lima. -- Rio de Janeiro: Civilizaçaõ Brasileira, 2002.

CUMMINGS, E.E. Complete Poems: 1904-1962 By E. E. Cummings Copyright 1923

DE CAMPOS, Augusto.e. e. cummings: 40 poem(a)s.São Paulo: Editora Brasiliense, 1986.

DERRIDA. Jacques. Acts of Literature. Ed. Derek Attridge. London: Routledge, 1992. p. 37.

DELEUZE, Gilles. Curso de terça feira - Leibniz, (15/04/1980)]

FRIEDMAN, Norman. e. e. cummings: the art of his poetry. Baltimore: John Hopkins Press, 1960. pp. 123 e 124.

HEIDEGGER. Nietzsche, The Will to Power as Art, trad. D.F. Krell, New York, 1979, p.149.

KENNEDY, Richard S. Dreams in the Mirror: A Biography of E. E. Cummings. New York: Liveright, 1980.

KIDDER, Rushworth M. E. E. cummings: an introduction to the poetry, New York: Columbia University Press, 1979.

MACHADO, Antonio. Poesías Completas. Madrid: Espasa-Calpe, S. A. 1983. p. 223.

MARKS, Barry. E. E. Cummings. New York: Twayne, 1964.

MONTAIGNE, Michel Eyquem de. Ensaios. Tradução de Sérgio Milliet. São Paulo: Editora Abril Cultural, 1984.

PAZ, Otávio. O Arco e a Lira. Tradução de Olga Savary. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

_________. Signos em Rotação. Tradução de Sebastião Uchoa Leite. São Paulo: Editora Perspectiva, 1976. pp. 232-233.

POUND, Ezra. ABC da Literatura. Tradução de Augusto de Campos e José Paulo Paes. São Paulo: Editora Cultrix, 1977.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.