Representações e apropriações da música na poesia: um caso de intermidialidade?

Flavio Barbeitas

Resumo


Por meio da análise de alguns exemplos, o texto aborda as representações da música na poesia, aproximando-as das noções de mistério, insuficiência da linguagem, transcendência, entre outras. As teorias da intermidialidade se apresentam, nestes casos, como uma possibilidade vigorosa para tirar da sombra a necessária atenção à música em poemas que a tematizam e que, portanto, a incluem como elemento determinante de sua configuração de sentido.

Palavras-chave


Poesia e Música; Intermidialidade; Linguagem

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Eugênio de. Poesia. Porto: Fundação Eugénio de Andrade, 2005.

BARBEITAS, Flavio. A música habita a linguagem: teoria da música e noção de musicalidade na poesia. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, 2007. Tese de Doutorado.

JAKOBSON, Roman. Linguística e comunicação. Trad. Izidoro Blikstein e José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix, 2007.

MENDES, Murilo. Convergência. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

PESSOA, Fernando. Cancioneiro. Acesso em 04.01.2015

SANTIAGO, Silviano. Nas malhas da letra: ensaios. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

STEINER. Georges. Vere presenze. Trad. Claude Béguin. Milão: Garzanti, 1999.

VAZ. Sérgio. VAZ. Sérgio. Colecionador de pedras Acesso em 04.01.2015

VERÍSSIMO, Érico. Clarissa. São Paulo: Ed. Globo, 1995.

WOLF, Werner. Musicalized Fiction and Intermediality: Theoretical Aspects of Word and Music studies. In: BERNHART, Walter, SCHER, Paul e WOLF, Werner (org): Word and Music Studies: defining the field. Amsterdam; Atlanta: Rodopi, 1999, p. 37-58.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 interFACES