copacabana, “O Novo Rio”: os sons do balneário longíquo (1905-1922)

Andréa Queiroz Rêgo

Resumo


Este ensaio é parte da tese de doutorado em urbanismo – “Paisagens sonoras e identidades urbanas – Os sons nas crônicas cariocas e as transformações do bairro de Copacabana (1905-1968), orientada pela Professora Margareth da Silva Pereira (UFRJ/FAU/PROURB) que trata da importância dos sons na formação e identificação dos espaços urbanos e faz uma primeira investida na construção de uma memória sonora urbana a partir dos documentos literários (crônicas), uma vez que os sons do passado, raramente, foram registrados de outra forma. Adota como estudo de caso o bairro de Copacabana que emblematizou a Cidade do Rio de Janeiro e foi objeto de centenas de crônicas. Neste artigo, destaca-se apenas o primeiro período de estudo (1905-1922) e observam-se em especial os textos de Lima Barreto, Paulo Barreto e Álvaro Moreyra, além dos cronistas que participaram do jornal do bairro “Copacabana, o Novo Rio”. Verifica-se, ao longo dos relatos sonoros, o início da transição de uma Copacabana suburbana, remota, espaço de pescadores, para o bairro litorâneo mais notório da Cidade.

Palavras-chave


Paisagem sonora urbana; Memória sonora; História cultural de Copacabana

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Maurício de A. Evolução urbana do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Iphan Rio & Jorge Zahar, 1987.

COSTA, Lúcio. Registro de uma vivência. São Paulo: Empresa das Artes, 1997.

DEZOUZART, Elizabeth; VAZ, Lilian Fessler; ALBERNAZ, Maria Paula; AIZEN, Mario & PECHMAN, Roberto Moses. Copacabana – História dos bairros, memória urbana. Rio de Janeiro: João Fortes Engenharia / Index, 1986.

DUNLOP, Charles J. O Rio antigo (Volume II). Rio de Janeiro: Cia. Editora e Comercial F. Lemos, 1956.

GASPAR, Claudia Braga. Orla Carioca – história e cultura. São Paulo: Metalivros, 2004.

GERSON, Brasil. História das ruas do Rio (1963). Rio de Janeiro: Lacerda Editores, 2000.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. O imaginário da cidade – Visões literárias do urbano. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2002.

RESENDE, Beatriz (org.). Cronistas do Rio. Rio de Janeiro: José Olympio, 1995.

SANTOS, Joaquim Ferreira dos. Feliz 1958, o ano que não devia terminar. Rio de Janeiro: Record, 1998.

TINHORÃO, José Ramos. Os sons que vêm da rua (1976). São Paulo: 34, 2005.

Crônicas

BANDEIRA, Manuel & ANDRADE, Carlos Drummond de. Rio de Janeiro em Prosa & Verso. Rio de Janeiro: José Olympio, 1965.

BARRETO, Lima. Vida urbana. São Paulo: Brasiliense, 1956a.

______. Feiras e mafuás. São Paulo: Brasiliense, 1956b.

______. Bagatelas. São Paulo: Brasiliense, 1956c.

______. Marginália. São Paulo: Brasiliense, 1956d.

BARRETO, Paulo (João do Rio). Crônicas efêmeras – João do Rio na Revista da Semana. Pesquisa e apresentação de Níobe Abreu Peixoto. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.

______. A alma encantadora das ruas. Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 1987.

______. Crônicas e frases de Godofredo de Alencar. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1920.

______. No tempo de Wencesláo. Rio de Janeiro: Villas-Boas & C., 1917.

______. Pall Mall Rio de José Antônio José. Rio de Janeiro: Villas-Boas & C., 1917.

CONY, Carlos Heitor. O harém das bananeiras. Rio de Janeiro: Objetiva, 1999.

MOREYRA, Alvaro. A cidade mulher. Coleção Biblioteca Carioca – Volume 19. Rio de Janeiro: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 1991.

______. Havia uma oliveira no jardim. Rio de Janeiro: Jotapê Livreiro Editor, 1958.

______. As amargas, não... Rio de Janeiro: Lux, 1955.

______. Um sorriso para tudo. São Paulo: Monteiro Lobato & Co. Editores, 1922.

______. O outro lado da vida. Rio de Janeiro: Pimenta de Mello & C., 1921.

______. O dia nos olhos. Rio de Janeiro: Lux, [s.d.]. santos, Afonso Carlos Marques dos (org.). O Rio de Janeiro de Lima Barreto – vol. II. Rio de Janeiro: Rio Arte, 1983.

Periódicos

O Copacabana. Biblioteca Nacional (PR SOR 5633[1]).

Atlantico: Magazine Mensal Illustrado. Biblioteca Nacional (1-435).

Beira Mar. Biblioteca Nacional. (4-376).

Revista de Copacabana. Biblioteca Nacional (1-227).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 interFACES