Gestão da Extensão na UFSM: uma análise a partir do Balanced Scorecard

Taiani Bacchi Kienetz, Kelmara Mendes Vieira

Resumo


 

Este trabalho tem por objetivo fazer uma análise da gestão da extensão na Universidade Federal de Santa Maria a partir da ferramenta Balanced Scorecard. Buscou-se compreender o contexto da Extensão Universitária na instituição estudada abarcando também as questões de âmbito nacional que influenciam a referida temática a partir das perspectivas do Aprendizado e Crescimento, Financeira, do Cliente e dos Processos Internos. Conclui-se com o BSC como ferramenta de planejamento permitiu contemplar todas as questões que permeiam os processos da Extensão Universitária, viabilizando a definição de objetivos que visam fortalecer a Extensão, valorizando os extensionistas e as ações desenvolvidas. Em uma segunda instância, a aplicação do BSC permite identificar processos críticos que necessitam de otimização para que seja viabilizada a ampliação das ações existentes para outros territórios e a proposição de novas ações de maneira a ampliar os benefícios oferecidos a sociedade a partir da formação de acadêmicos e do estreitamento das relações entre universidade e sociedade.


Palavras-chave


Extensão; Universidade; Balanced Scorecard

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Práticas em Gestão Pública Universitária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E DIRETÓRIOS

Google Acadêmico | sumários.org  | LivRe! | Diadorim | Latindex | DOAJ