UM BRINDE À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UMA DISCUSSÃO NECESSÁRIA NAS COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO DA UFRJ

Thais Lourenço Assumpção, Regina Maria Macedo Costa Dantas, Maria Jacqueline Girão Soares de Lima

Resumo


Consta como preceito constitucional das Universidades a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. No entanto, é notória a diferença de investimento e status que existe em relação a cada uma dessas faculdades. Considerando a Extensão um pilar chave ao relacionar a Universidade com outras camadas da sociedade, o presente artigo se propõe a resgatar um pouco da história da Extensão Universitária como uma maneira de buscar compreender a situação atual do fazer extensionista em plena comemoração do centenário da Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ. Portanto, objetiva-se pensar também novas-velhas possibilidades para a Extensão. Para tal, foi realizada uma revisão de literatura e discussão de cunho epistêmico sobre o assunto em questão.

Palavras-chave


Extensão Universitária; História; UFRJ

Texto completo:

PDF

Referências


ANDES-SN (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino superior). Proposta do ANDES-SN para a Universidade Brasileira. Cadernos ANDES, n. 2, 3a ed. atualizada e revisada. Brasília: ANDES-SN, 2003.

BENJAMIM, Walter; HORKHEIMER, Max; ADORNO, Theodor; HABERMAS, Jurgen. Textos Escolhidos. Traduções de José Lins Grünnewald et al. São Paulo: Abril Cultural, 1980. (Os pensadores).

BORTOLINI, Alexandre. Universidade em Transformação: Diversidade e Democracia. In: OLIVEIRA, Antonio José Barbosa de (Org.). Reforma do Ensino superior e Extensão Universitária. Rio de Janeiro: Centro de Ciências da Saúde da UFRJ, 2006. p. 93-102.

BRASIL. Decreto no 8.659, de 5 de abril de 1911. Aprova a lei Orgânica do Ensino superior e do Fundamental na Republica. Disponível em: http://legis.senado.gov.br/norma/584729/publicacao/15627386. Acesso em: 24 jun. 2019.

BRASIL. Lei no 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 24 jun. 2019.

CARVALHO, Eduardo Burigo de. Indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão nas Universidades catarinenses. Salamanca: KADMOS, 1996.

CASTRO, Luciana Maria Cerqueira. A Universidade, a Extensão Universitária e a produção de conhecimentos emancipadores. In: 27a Reunião anual da ANPED, Caxambu-MG. Anais... Caxambu: ANPEd, 2004. Disponível em: http://www.anped.org.br/sites/default/files/t1111.pdf. Acesso em: 24 jun. 2019.

CATANI, Afrânio; OLIVEIRA, João. A educação superior. In: OLIVEIRA, Romualdo Portela de; ADRIÃO, Theresa. (Orgs.). Organização do Ensino no Brasil: níveis e modalidades na Constituição Federal e na LDB. São Paulo: Xamã, 2002.

CUNHA, Luiz Antonio. Qual Universidade? São Paulo: Cortez, 1989.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A Desoficialização do Ensino no Brasil: a reforma Rivadávia. Educação e Sociedade, v. 30, n. 108, p. 717-738. out. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v30n108/a0530108. Acesso em: 14 abr. 2019.

FÁVERO, Maria de Lourdes Albuquerque. A suposta outorga do título de doutor honoris causa ao rei da Bélgica e a criação da Universidade do Rio de Janeiro. Educação Brasileira, Brasília, v. 26, n. 53, p. 81-103, jul./dez. 2004.

______. A Universidade Federal do Rio de Janeiro: origens e construção (1920 a 1965). In: OLIVEIRA, Antonio José Barbosa de (Org.). A Universidade e os múltiplos olhares de si mesma. Rio de Janeiro: UFRJ, Fórum de Ciência e Cultura, Sistema de Bibliotecas e Informação, 2007.

FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADE PÚBLICAS BRASILEIRAS (FORPROEX). Plano Nacional de Extensão Universitária. 2001. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/Plano-nacional-de-extensao-universitaria-editado.pdf. Acesso em 24 jun. 2019.

______. Carta de Vitória/ES. In: 44a Encontro Nacional do FORPROEX. 2018. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/CARTA_DE_VIT%C3%93RIA_FOPROEX_1.pdf Acesso em 24 jun. 2019.

FRANCO, Ana Maria de Paiva; CUNHA, Sarah. Perfil socioeconômico dos graduandos das IFES. Radar, n. 49, fev. 2017. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/radar/170324_radar_49_artigo02.pdf. Acesso em 24 jun. 2019.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? 8a ed. Tradução de Rosisca Darcy de Oliveira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983. 93 p. Disponível em: https://www.emater.tche.br/site/arquivos_pdf/teses/Livro_P_Freire_Extensao_ou_Comunicacao.pdf. Acesso em 24 jun. 2019.

______. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992. Disponível em: http://peadanosiniciais.pbworks.com/f/Pedagogia_da_Esperanca_-_Paulo.pdf. Acesso em 24 jun. 2019.

MACIEL, Alderlândia S.; MAZZILLI, Sueli. A indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão: caminhos de um princípio constitucional. In: 33a Reunião anual da ANPED, 2010. Caxambu. Anais... Caxambu-MG: Anped, 2010. Disponível em: http://www.anped11.uerj.br/Indissociabilidade.pdf. Acesso em: 12 abr. 2019.

MAZZILLI, Sueli. Ensino, Pesquisa e Extensão: reconfiguração da Universidade brasileira em tempos de redemocratização do Estado. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação - Periódico científico editado pela ANPAE, [S.l.], v. 27, n. 2, dez. 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/24770. Acesso em: 25 jun. 2019. doi: https://doi.org/10.21573/vol27n22011.24770.

OLIVEIRA, Antonio José Barbosa de. Reformas Educacionais e Extensão Universitária numa perspectiva histórica: refletindo experiências, transformando práticas. In: OLIVEIRA, Antonio José Barbosa de (Org.). Reforma do Ensino superior e Extensão Universitária. Rio de Janeiro: Centro de Ciências da Saúde da UFRJ, 2006. 184 p.

PAULA, João Antônio de. A Extensão Universitária: história, conceito e propostas. Interfaces - Revista de Extensão da UFMG, v. 1, n. 1, p. 5–23, 2013. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/revistainterfaces/index.php/IREXT/article/view/5/pdf. Acesso 24. 2019.

PROJETO RONDON. Nossa história. Disponível em: projetorondon.defesa.gov.br/portal/index/pagina/id/9718/area/C/module/default. Acesso em 24 jun. 2019.

PUCCI, Bruno. A indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão. Impulso: Piracicaba, 1991.

ROMÃO, José Eustáquio. Paulo Freire e a Universidade. Revista Lusófona de Educação, v. 24, p. 89–105, 2013.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Da Ideia de Universidade à Universidade de Ideias. Revista Crítica de Ciências Sociais, v. 27/28, p. 11–62, 1989.

______. A UNIVERSIDADE NO SÉCULO XXI: Para uma Reforma Democrática e Emancipatória da Universidade. Ciência & Saúde Coletiva, v. 18, n. 3, p. 893–897, 2013.

SGUISSARDI, Valdemar. A Universidade neoprofissional, heterônoma e competitiva. In: FÁVERO, M. L. A.; MANCEBO, D. (Orgs.). Universidade: políticas, avaliação e trabalho docente. São Paulo: Cortez, p. 33‐52, 2004b.

SOARES, Laura Tavares. Extensão Universitária na UFRJ: avanços e desafios no período 2006-2010. Revista Extensão na UFRJ, Rio de Janeiro, n. zero, p 7-11, jun. 2011.

TAUCHEN, Gionara. O princípio da indissociabilidade universitária: um olhar transdisciplinar nas atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão. 2009. 147 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3624. Acesso em 24 jun.2019.

TEIXEIRA, Anisio Spínola. Notas sobre a Universidade. In: Educação no Brasil. Editora da UFRJ: Rio de Janeiro, 4. edição. 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Práticas em Gestão Pública Universitária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E DIRETÓRIOS

Google Acadêmico | sumários.org  | LivRe! | Diadorim | Latindex | DOAJ