A AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COMO POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS NA UFRJ

Alessandra Sarkis de Melo

Resumo


Este artigo traz o relato de experiência sobre a Avaliação de Desempenho como Política de Gestão na UFRJ. Desde 2018, vivenciamos na UFRJ a implementação de um novo modelo de avaliação (AvaDes), rompendo com o padrão de avaliação realizado somente pela chefia. O novo modelo também traz avaliação do ambiente e da capacitação como elementos importantes do trabalho. Traçamos para tanto um breve relato do histórico da avaliação dos servidores federais e as políticas e práticas de avaliação na UFRJ. Em seguida, apresentamos os dados encontrados nos primeiros anos de implementação do AvaDes e reflexões sobre a gestão de pessoas a partir de tais dados.

 


Palavras-chave


Avaliação de Desempenho; AvaDes; Servidores técnico-administrativos; Gestão de pessoas

Texto completo:

PDF

Referências


ABRUCIO L.F., O impacto do modelo gerencial na Administração Pública. Um breve estudo sobre a experiência internacional recente, Caderno Enap, ENAP, 1997, Brasília.

___________. Trajetória Recente da Gestão Pública Brasileira: um balanço crítico e a renovação da agenda de reformas. Revista Brasileira de Administração Pública, v. 1, p. 77-87, 2007.

AMADOR, F.S., Três movimentos para problematizar o trabalho no Contemporâneo. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, 2014, vol. 17, n. 2, p.255-265.

BRASIL. Decreto nº 94.664, de 23 de julho de 1987. Aprova o Plano Único de Classificação e

Retribuição de Cargos e Empregos de que trata a Lei nº 7.596, de 10 de abril de 1987.

_______. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988, 292 p.

_______. Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado. Brasília, DF: Ministério da

Administração Federal e da Reforma do Estado, 1995.

_______. Lei 11.091 de 12 de janeiro de 2005. Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira

dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação, e dá outras providências.

_______. Lei 11.784 de 22 de setembro de 2008. Dispõe sobre a reestruturação do Plano Geral

de Cargos do Poder Executivo – PGPE.

MERLO, A. R. C.; TRAESEL, E. S.; “Somos sobreviventes”: vivências de servidores públicos de uma instituição de seguridade social diante dos novos modos de gestão e a precarização do

trabalho na reforma gerencial do serviço público. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, 2014, vol. 17, n. 2, p.224-238.

PAULA, A. P. P. Administração pública brasileira entre o gerencialismo e a gestão social. Revista de Administração de Empresas, v. 45, n.1, p. 36-49, 2005.

PINTO, J. F.; BEHR, R. R.; Contradições na avaliação de desempenho dos servidores técnico-administrativos em educação na universidade pública. Cad. EBAPE.BR [online]. 2015, vol.13, n.4, pp.795-820. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1679-39512015000400009&script=sci_abstract&tlng=pt.

UNIVERSIDADADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO (UFRJ). Boletim UFRJ. Resolução 19 de 29 de setembro de 2006: Plano de Desenvolvimento dos Integrantes do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-administrativos em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro

_______.. Portaria nº 6074 de 24/06/2019: Institui o Programa de Avaliação de Servidores

(AVADES) na UFRJ. Pró Reitoria de Pessoal. Disponível em:

https://pessoal.ufrj.br/images/Portaria_AVADES_.pdf__


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Práticas em Gestão Pública Universitária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E DIRETÓRIOS

Google Acadêmico | sumários.org  | LivRe! | Diadorim | Latindex | DOAJ