FORTUNA MULIEBRIS: UM MITO AUGUSTANO (TITO LÍVIO. AB URBE CONDITA II, 39-40)

Autores

  • Cláudia Beltrão da Rosa

Palavras-chave:

religião romana, mito e ritual, Restauratio augustana

Resumo

O principado augustano construiu um imenso palco para os romanos vivenciarem seu “passado”, tornando-o presente aos olhos e aos ouvidos, encenando um passado mítico, inventando tradições e promovendo intervenções no espaço da urbs e de seu suburbium. É um momento muito rico de criação/ressignificação de etiologias, e o artigo trata de alguns elementos de um desses mitos, Fortuna Muliebris, destacando a versão de Tito Lívio.

Downloads

Publicado

2020-07-24

Como Citar

ROSA, Cláudia Beltrão da. FORTUNA MULIEBRIS: UM MITO AUGUSTANO (TITO LÍVIO. AB URBE CONDITA II, 39-40). PHOÎNIX, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 108–126, 2020. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/phoinix/article/view/34614. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos