A-E-I-O-U | JÁ QUE É CARNAVAL, JACK É DO DISCURSO, DA ARTE E DO PANDEIRO: CORPO, GRITOS E SUSSURROS NA IMPERATRIZ LUDOVICENSE 2019

Tiago José Freitas Batista, Cleiton França de Almeida

Resumo


Neste trabalho pretendemos promover análises do desfile da Escola de Samba Imperatriz Ludovicense do grupo especial do Carnaval Virtual 2019 da LIESV, cujo enredo de autoria de Cleiton Almeida foi “Jack é Carnaval” que celebrou o centenário do cantor e compositor Jackson do Pandeiro. Nossos olhares nestas análises serão guiados por eixos temáticos que englobam arte, corpo, discurso e hibridismo na materialidade texto mestre, comissão de frente, samba-enredo, alegorias e fantasias desta obra carnavalesca. Neste artigo, o lugar de análise é o que estuda o funcionamento da linguagem e também o que se apoia na arte enquanto discurso de resistência, de pluralidade e empoderamento. Pêcheux, Orlandi, Souza, Benjamin, Simas e Nietzsche se configuram como aporte teórico norteador deste estudo. Nos efeitos de sentidos das imagens e dos discursos no desfile, constatamos gritos de uma ema e de Sebastiana, gemidos não só do cancioneiro popular, mas de emboladas do homem preto, baixo, pobre e nordestino. Gemidos de uma ema híbrida que desterritorializa a pobreza e textualiza o cenário do sertão. A ema e Sebastiana se constituem em sujeito e aí está o mote da nossa investigação.


Palavras-chave


Discurso; Arte; Hibridismo; Jackson do Pandeiro; Carnaval.

Texto completo:

PDF

Referências


ARGAN, Giulio Carlo. Arte moderna. Tradução de Denise Bottmann e Federico Carotti. 2ª. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

ALMEIDA, Cleiton. Sinopse da Imperatriz Ludovicense. LIESV, grupo especial, 2019.

BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoiévski. Tradução de Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

BATISTA, Tiago José Freitas. O político e o burlesco na Mangueira 2018: arquitetura e sentidos. Entremeios [Revista de Estudos do Discurso, ISSN 2179-3514, on-line, www.entremeios.inf.br], Seção Temática [Discurso, arte e literatura – Parte I], Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem (PPGCL), Universidade do Vale do Sapucaí (UNIVÁS), Pouso Alegre (MG), vol. 16, p. 307-326, jan. - jun. 2018.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 2012.

BENJAMIN, Walter. O contador de histórias. Em: LAVELLE, Patrícia. (Org.). A arte de contar histórias. São Paulo: Hedra, 2018.

BÜRGER, Peter. Teoria da Vanguarda. Tradução de José Pedro Antunes. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. A origem da tragédia. Tradução de Joaquim José de Faria. São Paulo: Editora Moraes, 1984.

SEINCMAN, Eduardo. Estética da comunicação musical. 1ª. ed. São Paulo: Via Leterra, 2008.

SIMAS, Luiz Antônio. Pedrinhas miudinhas: ensaios sobre ruas, aldeias e terreiros. Rio de Janeiro: Mórula Editorial, 2013.

SIMAS, Luiz Antônio, RUFINO, Luiz. Fogo no mato: a ciência encantada das macumbas. Rio de Janeiro: Mórula, 2018.

ORLANDI, Eni. Discurso em Análise: Sujeito, sentido, ideologia. 3ª ed. Campinas, Pontes, 2017.

PÊCHEUX, Michel. Análise automática do discurso. In: Gadet, Fr. & Tony, Hak. Por uma análise automática do discurso. Campinas: Ed. Da Unicamp, 1990b.

PÊCHEUX, Michel. A língua inatingível; o discurso na história da lingüística. Campinas: Pontes, 2004.

SOUZA, T.C.C. Carnaval e memória: das imagens e dos discursos. [Anais] Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística [Anpoll], 2002.

STAM, R. Palimpsestic Aesthetics: a meditation on hibridity and garbage. In: May, J.; Tink, J. (Ed.). Performing Hibridity. Minneapolis/London: Univ. of Minnesota Press, 1999.

YOUNG, R. O Desejo colonial. São Paulo: Perspectiva, 2005 [1995].


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Policromias - Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Policromias é a publicação do LABEDIS - Laboratório de Estudos do Discurso, Imagem e Som, coordenado pela Profa. Dra. Tania Conceição Clemente de Souza e vinculado ao Museu Nacional (UFRJ).

              

 

 

 

 


Licença Creative Commons

A Policromias utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.