A VISÃO SOB O ENFOQUE AUDIOVISUAL

Arlindo Machado

Resumo


Muitas vezes discutimos e analisamos o audiovisual, mas poucas vezes nos debruçamos sobre as premissas em que se assentam esses empenhos. Que é ver, como nós nos relacionamos com as imagens, como as interpretamos e as compreendemos? O artigo visa fazer uma incursão de base a respeito dos conceitos fundamentais em que se assentam a leitura, a fruição e o envolvimento com as imagens que constituem todo audiovisual. Para isso, faz-se necessário proceder a uma revisão crítica das principais teorias recentes sobre a maneira como o olho interpreta o mundo.

Palavras-chave


Visão; Olho; Imagem; Audiovisual

Texto completo:

PDF

Referências


ARNHEIM, R. El pensamento visual. Buenos Aires: EUBA, 1971.

BERRY II, M. et al. “Antecipation of moving stimuli by the retina.” In: Nature, London, n. 398, march 1999.

DEL NERO, H. S. O sítio da mente. São Paulo: Collegium Cognitio, 1997.

KÖHLER, W. Gestalt psychology. New York: Liveright, 1970.

MACHADO, A. Pré-cinemas e pós-cinemas. Campinas : Papirus, 1997.

MERLEAU-PONTY, M. O visível e o invisível. São Paulo: Perspectiva, 1971.

UEXKÜLL, T. “A teoria da Umwelt de Jacob von Uexküll”. In: Galáxia, n. 7, abril 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Policromias - Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Policromias é a publicação do LABEDIS - Laboratório de Estudos do Discurso, Imagem e Som, coordenado pela Profa. Dra. Tania Conceição Clemente de Souza e vinculado ao Museu Nacional (UFRJ).

              

 

 

 

 


Licença Creative Commons

A Policromias utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.