AS VOZES E OS SENTIDOS NO CONGRESSO EM FOCO SOBRE A VOTAÇÃO DA REFORMA TRABALHISTA NO SENADO FEDERAL: UMA ANÁLISE DA INTERDISCURSIVIDADE NO JORNALISMO POLÍTICO

Daniel Dantas Lemos, Lucas Oliveira de Medeiros

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar o discurso do websiteCongresso em Foco sobre a votação da Reforma Trabalhista no Senado Federal, a partir de cinco notícias publicadas pelo website no dia 11 de julho de 2017. Para analisar o discurso do Congresso em Foco, adotou-se a proposta de Maingueneau (2008) de analisar a interdiscursividade. Dentre as duas formações discursivas identificadas nos discursos citados nas notícias analisadas, que compõem o espaço discursivo da discussão sobre a Reforma Trabalhista, o discurso do Congresso em Foco se mostrou como contrário à aprovação da Reforma Trabalhista, mesmo que explicitamente não apresentasse opinião própria sobre a temática no enunciado das notícias. O Congresso em Foco busca defender, no seu discurso noticioso, os direitos humanos, sem nenhuma pretensão de imparcialidade, mas uma pretensão de apartidarismo. Porém, o website adotou uma postura contrária à aprovação da reforma, embora não a explicitasse diretamente no discurso.


Palavras-chave


Congresso em Foco; Interdiscursividade; Reforma Trabalhista.

Texto completo:

PDF

Referências


ALDÉ, A. A construção da política: democracia, cidadania e meios de comunicação de massa. Rio de Janeiro: FGV, 2004.

ALSINA, M. R. A construção da notícia. Tradução de Jacob A. Pierce. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

CHARAUDEAU, P. Discurso das mídias. Tradução de Angela S. M. Corrêa. São Paulo: Contexto, 2006.

CONGRESSO EM FOCO (Mídia kit). Disponível em: . Acesso em: 23 mai. 2018a.

CONGRESSO EM FOCO. Quem somos. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2018b.

CONGRESSO EM FOCO. Senadores votam reforma trabalhista nesta terça-feira. Congresso em Foco, Brasília, 11 jul. 2017. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2017.

GENRO FILHO, A. O segredo da pirâmide: para uma teoria marxista do jornalismo. Florianópolis: Insular, 2012.

GÓIS, F. Após horas de ocupação da Mesa, veja ao vivo a votação final da reforma trabalhista no Senado. Congresso em Foco, Brasília, 11 jul. 2017a. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2017.

GÓIS, F. Senado aprova reforma trabalhista e envia texto à sanção de Temer; Mesa foi ocupada por horas. Congresso em Foco, Brasília, 11 jul. 2017b. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2017.

GÓIS, F.; PEREIRA, J. Governistas pedem representação contra senadoras que ocupam Mesa para barrar reforma trabalhista. Congresso em Foco, Brasília, 11 jul. 2017. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2017.

GOMES, W. Transformações da política na era da comunicação de massa. São Paulo: Paulus, 2004.

MAINGUENEAU, D. Análise de textos de comunicação. Tradução de Maria Cecília P. de Souza-e-Silva e Décio Rocha. 6. ed. ampl. São Paulo: Cortez, 2013.

MAINGUENEAU, D. Gênese dos discursos. Tradução de Sírio Possenti. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

NAVARRO, P. “Uma definição da ordem discursiva midiática”. In: MILANEZ, M.; GASPAR, N. R. (Org.). A (des)ordem do discurso. São Paulo: Contexto 2010. Pp. 79-93.

POMPEU, A.; PEREIRA, J. Reforma trabalhista: senadoras oposicionistas ocupam Mesa e Eunício manda desligar luz e som do plenário. Congresso em Foco, Brasília, 11 jul. 2017. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2017.

POSSENTI, S. Os limites do discurso. Curitiba: Criar Edições, 2002.

SOUZA-E-SILVA, M. C. “Discursividade e espaço discursivo”. In: FIGARO, R. (Org.). Comunicação e análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2012. Pp. 99-118.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Policromias - Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Policromias é a publicação do LABEDIS - Laboratório de Estudos do Discurso, Imagem e Som, coordenado pela Profa. Dra. Tania Conceição Clemente de Souza e vinculado ao Museu Nacional (UFRJ).

              

 

 

 

 


Licença Creative Commons

A Policromias utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.