DE “IMPRECIONANTE” (SIC) A IMPRESSIONANTES EFEITOS DE SENTIDO: ANÁLISE DO DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, WEINTRAUB, NO TWITTER

Dalexon Sergio da Silva, Claudemir dos Santos Silva

Resumo


Este trabalho promove um gesto teórico-analítico sobre dois comentários de internautas em respostas, acerca de uma publicação do ministro da Educação do Brasil, Abraham Weintraub, em 08/01/2020, no Twitter, onde ele comete um erro de grafia e escreve a palavra “impressionante”, com a letra ‘c”, isso depois de já ter errado na escrita de outras palavras em português, em documentos oficiais, tais como “paralização”, com ‘z” e suspenção, com ‘ç”. Assim, pelo viés da teoria e método da Análise do Discurso de linha francesa (AD), baseado nos estudos de Pêcheux na Europa, Orlandi e estudiosos no Brasil, este trabalho mobiliza as noções de sujeito, efeitos de sentido, memória discursiva, formação discursiva e imaginária, para analisar esses comentários, que funcionam como unidades de sentido em relação à situação, pois não interessa aqui analisar estritamente problemas ortográficos e sim, o lugar social de poder e de liturgia no qual o sujeito enuncia tocado principalmente pelas formações imaginárias que via memória discursiva circulam numa sociedade sobre como deve se manifestar em público a maior autoridade num país e que é responsável pela alfabetização de crianças desta nação, dentre outras atribuições educacionais: o Ministro da Educação de um país.

Palavras-chave


Sujeito; Efeitos de sentido; Memória discursiva; Formação discursiva; Formação imaginária.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTHUSSER, L. Aparelhos ideológicos de Estado: nota sobre os aparelhos ideológicos do Estado (AIE). Rio de Janeiro, Edições Graal, p. 92 a 99, 1985.

ALTHUSSER, Louis. Freud e Lacan, Marx e Freud: introdução crítica-histórica. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1991.

BAGNO, Marcos. Preconceito Linguístico: o que é, como se faz? São Paulo: Loyola, 2008.

BECHARA, E. Moderna gramática portuguesa. 39a ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 1999.

CAZARIN, Ercília Ana. Interlocução discursiva: a afirmação funcionando como negação. In: ERNST-PEREIRA, Aracy.; FUNCK, Suzana Bornéo. (orgs.). A leitura e a escrita como práticas discursivas. Pelotas: Educat, p. 137 a 144, 2001.

CEGALLA, D. P. Novíssima gramática da língua portuguesa. 50a ed. São Paulo: Nacional, 1990.

COURTINE, Jean-Jacques; MIRANDIM, J. M. Quel Object pourl´analyse du discours? Materialités discursives. Lille: Press Universitaires, 1981.

FERREIRA, Erasmo da Silva. O discurso de Médici e seus jogos: questões sobre o silenciamento e a representação do outro. Mestrado em Linguística (Dissertação). Recife: UFPE, 2015.

GÖRSKI, Edair Maria.; COELHO, Izete Lehmkuhl. Variação linguística e ensino de gramática. Working papers em Linguística, Florianópolis, v. 10, p.73-91. 2009.

HAROCHE, Claudine. Fazer, dizer, querer, dizer. São Paulo: Hucitec, p. 178, 1992.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. A inter-ação pela linguagem. São Paulo: Contexto, 2007.

LEANDRO FERREIRA, Maria Cristina. Da ambiguidade ao equívoco: a resistência da língua nos limites da sintaxe e do discurso. Porto Alegre: Ed. Universitária/UFRGS, p. 24, 2000.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da Fala para a Escrita: atividades de retextualização. São Paulo: Cortez, 2007.

MALISKA, Maurício Eugênio. A voz: um corpo que não engana. In: FLORES, Giovanna G Benedetto et al. (orgs). Análise do discurso em rede: cultura e mídia. Vol. 3, Campinas, São Paulo: Pontes Ed., p. 50 a 70, 2017.

ORLANDI, Eni. Punicelli. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. Campinas: Pontes, 2011.

ORLANDI, Eni. Punicelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 10.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2013.

ORLANDI, Eni. Punicelli. Análise de discurso. In: LAGAZZI, Suzy.; ORLANDI, Eni Punicelli. (orgs.). Discurso e textualidade, 3 Ed, Campinas, São Paulo: Pontes Editores, p. 13 a 76, 2015.

PÊCHEUX, Michel. Rôle de La mémoire. In: MALDIDIER, Denise. (Org.). Histoire et Linguistique. Paris: Editions de La Maison des Sciences de l´Homme, 1984.

PÊCHEUX, Michel. O mecanismo do (des) conhecimento ideológico. In: ZIZEK, S. (org.). Um mapa da ideologia. Tradução Vera Ribeiro. – Rio de Janeiro: Contraponto, p. 148-150, [1996] 2010.

PÊCHEUX, Michel. Papel da Memória. In: ACHARD, Pierre [et al.]. Papel da Memória. Campinas, SP: Pontes Editores, 2010, p.49-57.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 3.ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, [1975] 2014.

PÊCHEUX, Michel. Por uma análise automática do discurso. Campinas: UNICAMP, [1969]1993.

SOARES, Alexandre Ferrari. Sem corpo, sem língua, num entrelugar: sobre os sujeitos transexuais na mídia. In: FLORES, Giovanna. G. Benedetto et al. (orgs.). Análise do discurso em rede: cultura e mídia. Vol. 3, Campinas, São Paulo: Pontes Ed., p. 35, 2017.

SITES CONSULTADOS

BAGNO, Marcos. Norma linguística, hibridismo & tradução. Traduzires 1 – Maio 2012. Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/10546/1/ARTIGO_NormaLinguisticaHibridismo.pdf. Acesso em 13 de jan. de 2020.

BRASIL 247.COM. Deputados criticam arrogância do ministro da Educação na Câmara, Brasil 247.com, 15 de maio de 2019. Disponível em: https://www.brasil247.com/brasil/deputados-criticam-arrogancia-do-ministro-da-educacao-na-camara. Acesso em: 22 de janeiro de 2020.

G1. COM. Ministro da Educação comete erro de português em rede social e depois apaga mensagem, G1.com, 08 de janeiro de 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/01/08/ministro-da-educacao-comete-erro-de-portugues-em-rede-social-e-depois-apaga-mensagem.ghtml.

Acesso em: 12/01/2020.

ISTO É. Ministro da Educação é alvo de piadas por erros de português nas redes sociais, Isto é, 10 de janeiro de 2020. Disponível em: https://istoe.com.br/ministro-da-educacao-e-alvo-de-piadas-por-erros-de-portugues-nas-redes-sociais/. Acesso em: 12/01/2020.

ISTO É. Bolsonaro diz que livros didáticos têm ‘muita coisa escrita’, Isto é, 03 de janeiro de 2020. Disponível em: https://istoe.com.br/bolsonaro-diz-que-livros-didaticos-tem-muita-coisa-escrita/. Acesso em 22/01/2020.

JC ONLINE. Ministro da Educação, Abraham Weintraub peca no português e escreve 'imprecionante' nas redes sociais, JC Online, 08 de janeiro de 2020. Disponível em: https://jconline.ne10.uol.com.br/canal/mundo/brasil/noticia/2020/01/08/ministro-da-educacao-abraham-weintraub-peca-no-portugues-e-escreve-imprecionante-nas-redes-sociais-396837.php Acesso em: 12/01/2020.

MONTEIRO, José Lemos. Erro gramatical ou preconceito linguístico. Revista do GELNE, ano 1, nº 2, 1999. Disponível em: file:///C:/Users/Claudemir/Downloads/9255-Texto%20do%20artigo-25333-1-10-20160504.pdf. Acesso em 13 de jan. de 2020.

METRO 1. Weintraub 'se acha o dono da verdade' ao incitar denúncias de 'coação, Metro 1, 31 de maio de 2019. Disponível em: https://www.metro1.com.br/noticias/editorial/74337,weintraub-se-acha-o-dono-da-verdade-ao-incitar-denuncias-de-coacao-diz-mk-ouca. Acesso em: 22 de janeiro de 2020

O GLOBO. Mais uma maldade à língua portuguesa: ministro da Educação escreve 'imprecionante', O Globo, 08 de janeiro de 2020. Disponível em: https://oglobo.globo.com/sociedade/mais-uma-maldade-lingua-portuguesa-ministro-da-educacao-escreve-imprecionante-1-24179052.Acesso em: 12/01/2020.

PEREIRA, Jamilton Costa. Et al. A noção de erro na perspectiva da sociolinguística e a gramática normativa: reflexões sobre ensino da língua materna. Anais do II CONEDU. Disponível em: http://www.editorarealize.com.br/revistas/conedu/trabalhos/TRABALHO_EV045_MD1_SA15_ID7439_08092015200740.pdf. Acesso em 13 de jan. de 2020.

SANTANA, Jessé Ovídio de; NEVES, Maria do Bom Parto Ferreira das. As variações linguísticas e suas implicações na prática docente. Millenium, 48 (jan/jun). Pp. 75-93, 2015. Disponível em: https://revistas.rcaap.pt/millenium/article/view/8096. Acesso em 16 de jan. de 2020.

SEGALLA, Vinícius. Ministro da Educação comete 33 erros de português em dois meses no Twitter, Diário do centro do mundo, 24 de agosto de 2019, s.p, Disponível em: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/ministro-da-educacao-comete-33-erros-de-portugues-em-dois-meses-no-twitter-por-vinicius-segalla/Acesso em: 12/01/2020.

UOL. Weintraub escreve "imprecionante" no Twitter, apaga e web faz piada, Uol, 08 de janeiro de 2020. .Disponível em https://educacao.uol.com.br/noticias/2020/01/08/imprecionante-weintraub-erra-em-tuite-a-eduardo-bolsonaro-e-vira-piada.htm. Acesso em 10 de jan. de 2020

YAHOO. Ministro da Educação comete novo erro de português: "mais imprecionante", Yahoo, 08 de janeiro de 2020. Disponível em: https://br.noticias.yahoo.com/ministro-da-educacao-comete-novo-erro-de-portugues-mais-imprecionante-235524170.html. Acesso em: 12/01/2020.

YOUTUBE. Globo ao vivo - Jornal Nacional, Youtube, 18-01-2020. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=IGD1UQ5mlWQ&feature=youtu.be. Acesso em: 20/01/2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Policromias - Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Policromias é a publicação do LABEDIS - Laboratório de Estudos do Discurso, Imagem e Som, coordenado pela Profa. Dra. Tania Conceição Clemente de Souza e vinculado ao Museu Nacional (UFRJ).

              

 

 

 

 


Licença Creative Commons

A Policromias utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.