Custódia, cadeia de preservação e custodiante confiável: conceitos para a preservação de documentos digitais autênticos

Margareth da Silva

Resumo


O trabalho tem por objetivo apresentar reflexões sobre os conceitos de custódia, cadeia de custódia, custódia ininterrupta, cadeia de preservação e custodiante confiável. Nosso estudo procura identificar os significados atribuídos a esses termos, de forma que possam auxiliar os arquivistas a compreenderem a preservação digital, não como um problema puramente tecnológico, mas que envolve a própria fundamentação da Arquivologia, pois os conceitos de arquivo e de custódia são nucleares para a nossa teoria e prática. Essa discussão parte do pressuposto que o arquivo é o lugar de preservação de documentos autênticos e que para dar acesso a esse material, de modo que possa ser utilizado como fonte de prova e de informação por quaisquer usuários, é necessário examinar a história dos arquivos, sua custódia ao longo do tempo e as ações realizadas para garantir a preservação da sua autenticidade. É um estudo exploratório, que utiliza a bibliografia da área, tendo como referencial teórico os estudos realizados pelo InterPARES Project a respeito da preservação de documentos digitais autênticos.

Palavras-chave


Arquivos; Autenticidade; Custódia; Preservação Digital;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.47681/rca.v4i2.30291

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.

ISSN: 2525-7935

Bases de Dados e Diretórios