Conhecimento, autopoiese e enação: aportes para uma discussão inicial

Samira de Souza Brandão

Resumo


Este texto discute por meio da apresentação de um breve contexto que envolve o conhecimento e as ciências cognitivas, os conceitos introdutórios da teoria da autopoiese e da enação, especialmente nos estudos dos biólogos chilenos Humberto Maturana e Francisco Varela e de que forma influenciaram a visão de cognição incorporada nas ciências cognitivas. A metodologia é de caráter bibliográfico, que se sustenta em informações já publicadas, e como resultado entende que essa corrente teórica enxerga a cognição como uma atividade atribuidora de sentidos que emergem a partir do ciclo ação-percepção, surgindo um mundo de significados para alguém, sob um determinado ponto de vista.

Palavras-chave


Cognição. Conhecimento. Autopoiese. Enação

Texto completo:

PDF EPUB HTML


DOI: https://doi.org/10.47681/rca.v6i1.36979

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.

ISSN: 2525-7935

Bases de Dados e Diretórios