Gestão da Informação na perspectiva da satisfação do usuário em organizações públicas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47681/rca.v7i2.53812

Palavras-chave:

Gestão da Informação, Usuário, Organizações Públicas.

Resumo

O presente trabalho propõe discutir a gestão da informação na perspectiva da satisfação do usuário em organizações públicas. As organizações públicas são guiadas pelas normas, leis e regulamentos da Adminstração pública com o objetivo do desenvolvimento dos seus serviços, visando à satisfação das necessidades coletivas. Aliado a isso, a gestão da informação nesse tipo de organizações visa auxiliar a tomada de decisões dos profissionais, e dos cidadãos que buscam informações nessas entidades, respondendo, desse modo, às políticas públicas criadas com vista a satisfazer os anseios da sociedade de um determinado país. Como metodologia, realizou-se um estudo exploratório, com uma abordagem qualitativa, do tipo bibliografico. Considera-se que a adoção por uma gestão da informação baseada na transparência em relação às ações do governo e a cultura informacional e organizacional em organizações públicas, possibilitaria uma maior interação e aproximação entre todos os intervenientes neste processo, a partir da distribuição e compartilhamento de informação, tornando-a de acesso público.

Biografia do Autor

Joana Andre Machuza Matenga, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (Unesp-Marillia)

Doutoranda em Ciencias da Informacao na Unesp, Mestre em Ciencias da Educacao, Licenciada em Biblioteconomia e Documentacao. 

Areas de pesquisa: Praticas informacionais, Competencia em informacao, Gestao da informaçao.

Tamara de Souza Brandão Guaraldo, Professora permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Faculdade de Filosofia e Ciências Unesp (PPGCI).

Doutora em Ciência da Informação pela FFC Unesp - Marília (2013). Professora permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da FFC Unesp (PPGCI). Professora Assistente Doutora dos cursos de Relações Públicas, Design e Radialismo da FAAC UNESP- Bauru. Vice-líder do grupo de pesquisa Comunicação, Informação e Gestão (CIG). No Doutorado contou com bolsa Capes, tendo cursado Gestão da Comunicação na Universidade Nacional de La Plata (UNLP) - Argentina, com bolsa AUGM (Associação Universitária grupo Montevidéu). 

Referências

AFFONSO, L. M. F. et al. Gestão de informações no setor público [recurso eletrônico]. Porto Alegre : SAGAH, 2018.

ANDRADE, J. C. V. de. Lições de Direito Administrativo. 5ª edição. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017.

CARVALHO, J.; SOBRAL, F.; MANSUR, J. Explorando a liderança compartilhada em organizações públicas: evidências da arena educacional. Revista de Administração Pública, (Versão traduzida), Rio de Janeiro 54(3):524-544, maio - jun. 2020. ISSN: 1982-3134. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-761220190319. Acesso em 10 Mar. 2022.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significados, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Senac, 2003.

COSTA, L. F. da; RAMALHO, F.A. Novas perspectivas dos estudos de satisfação de usuários. Enc. Bibli: Revista Eletrónica de Biblioteconomia em Ci. Inf., ISSN 1518-2924, Florianópolis, v. 15, n. 30, p.57-73, 2010.ISSN 1518-2924. Disponível em:https://doi.org/10.5007/1518-2924.2010v15n30p57. Acesso em 25 fev. 2022.

DUARTE, E. N.; PAIVA, E. B. Identificação de necessidades de informação de usuários na perspectiva da gestão.Gestión de la información: dilemas y perspectivas, vol. 7, n° 1, e031, octubre 2017. ISSN 1853-9912. Disponível em: https://doi.org/10.24215/18539912e031. Acesso em 25 fev. 2022.

FERREIRA, T. E. de L. R.; PERUCCHI, V. Gestão e o fluxo da informação nas organizações: A informação no contexto organizacional. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.16, n.2, p. 446-463, jul./dez., 2011.ISSN 1414-0594. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br . Acesso em 06 fev. 2022.

FORTE, J. D. P. Comportamento informacional dos docentes dos PPGCIS da região Nordeste. 116f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/tede/7503/2/arquivototal.pdf. Acesso em 20 fev. 2022.

GOUVEIA, L. B.; RANITO, J. Sistemas de informação de apoio à gestão. Porto: SPI – Sociedade Portuguesa de Inovação, 2004.

LIMA, P. D. B.A excelência em gestão pública: a trajetória e a estratégia do Gespública. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007.

MEYER, B.; JUNIOR, V. M. Public policies and strategies of a complex system: The change in the urban mobility system of Bogotá.Rev. Adm. UFSM, Santa Maria, v. 14, n. 3, Jul.-Sep., p. 592-610. 2021.Disponível em: https://doi.org/10.5902/1983465943626. Acesso em 10 Mar. 2022.

MIRANDA, S. Como as necessidades de informação podem se relacionar com as competências informacionais. Ci. Inf., Brasília: v. 35, n. 3, p. 99-114, set./dez. 2006. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-19652006000300010. Acesso em 25 fev. 2022.

MIRANDA, S. V. de. A gestão da informação e a modelagem de processos. Revista do Serviço Público,Brasília, 61 (1): 97-112 Jan/Mar, 2010. Disponível em: https://doi.org/10.21874/rsp.v61i1.39. Acesso em 10 Mar. 2022.

MIRANDA, S. V. de; STREIT, R. E. O processo de gestão da informação em organizações públicas. In: I Encontro de Administração da Informação, Florianópolis:SC- 24 a 26 de Outubro, 2007. Disponível: http://www.tbs-sct.gc.ca/fmi-cgi/index_e.asp. Acesso em 01 abr. 2022.

NONATO, R. dos S.; AGANETTE, E. C. Gestão da informação: rumo a uma proposta de definição atual e consensual para o termo. Perspectivas em Ciência da Informação, v.27, número 1, p. 133-159, jan/mar. 2022. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1981-5344/38428. Acesso em 18 abr. 2022.

PEREIRA, E. P. et al.Cultura informacional: Uma base propulsora para a tomada de decisão efetiva em micro e pequenas empresas.In: VII SECIN, 21 a 23 de Agosto de 2017. Disponível em: http://www.uel.br › cinf › secin2107. Acesso em 25 fev. 2022.

RODRIGUES, C.; BLATTMANN, U. Gestão da informação e a importância do uso de fontes de informação para geração de conhecimento. Perspectivas em Ciência da Informação, v.19, n.3, p.4-29, jul./set. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1981-5344/1515. Acesso em 25 fev. 2022.

SILVA, T. A. da. Conceitos e evolução da administração pública: O desenvolvimento do papel administrativo. In: Territórios, Redes e Desenvolvimento Regional: Perspectivas e Desafios, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil, 13 a 15 de setembro de 2017. Disponível em: https://online.unisc.br › sidr › article. Acesso em 20 mar. 2022.

SOUSA, F. J. da S. F. Satisfação de clientes: O caso de uma empresa industrial. 125f. Dissertação (Mestrado em Marketing-Faculdade de Economia) – Universidade de Coimbra, Coimbra, 2011. Disponível em: http://hdl.handle.net/10316/16192. Acesso em 20 mar. 2022.

STARCK, K. R.; RADOS, G. J. V.; SILVA, E. L. da. Os estilos e os modelos de gestão da informação: alternativas para a tomada de decisão.Biblios, UFSC, Brasil, 2013. ISSN: 1562-4730. Disponível em: http://biblios.pitt.edu/. Acesso em: 10 mar. 2022.

STEFANO, S. R.; KOSZALKA, J. A.; ZAMPIER, M. A. Clima organizacional: Elementos influentes na percepção de futuros administradores de uma instituição de Ensino Superior Paranaense.Gestão & Regionalidade, Vol. 30 - Nº 88 - jan-abr/2014.

TEIXEIRA, D. Gestão da Informação. Guarda: Escola Superior de Tecnologia e Gestão da Guarda, 2005.20 v.

VALENTIM, M. L. P.et al. Gestão da informação utilizando o método infomapping. Perspectiva em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 184-198, jan./abr. 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-99362008000100012. Acesso em: 01 abr. 2022.

Publicado

2022-12-21

Edição

Seção

Artigos de Revisão