Ações e experiências de terapeutas ocupacionais no contexto de pandemia da COVID-19/Occupational Therapists actions and expiriences in the COVID-19 pandemic context

Fabíola de Oliveira Alvino Macêdo, Karla Adriana Paixão Lopes, Leylane Auzeni Mendes Rilzer Lopes, Roberta de França Cruz

Resumo


O mundo desde dezembro de 2019 vem enfrentando uma pandemia, a COVID-19. Os países estão se organizando para minimizar os efeitos, uma vez o seu patógeno ainda é desconhecido e sua cura também. Com este quadro, cidades foram reorganizadas e serviços de saúde também. O isolamento social, o método mais eficaz de disseminar o vírus rompeu rotinas de indivíduos, em particular dos profissionais de saúde, como terapeutas ocupacionais. Assim, este artigo aborda estratégias em que estes profissionais lançaram mão para adequar e continuar os serviços em alguns contextos como saúde mental, consultório particular e centro de reabilitação. E por fim, destacamos as mudanças sofridas na rotina dos próprios profissionais quando estes são ameaçados ou atingidos pela doença.

 

Abstract

The world since December 2019 has been facing a pandemic, COVID-19. Countries are organizing themselves to minimize the effects, since its pathogen is still unknown and its cure too. With this picture, cities were reorganized and health services were reorganized. Social isolation, the most effective method of spreading the virus, has disrupted the routines of individuals, particularly health professionals, as occupational therapists. Thus, this article addresses strategies in which these professionals used to adapt and continue services in some contexts such as mental health, private practice and rehabilitation center. Finally, we highlight the changes undergone in the routine of the professionals themselves when they are threatened or affected by the disease.

Key words: Occupational therapy; Telemonitoring; Covid-19.

 

Resumen

El mundo desde diciembre de 2019 se ha enfrentado a una pandemia, COVID-19. Los países se están organizando para minimizar los efectos, ya que su patógeno aún es desconocido y su cura también. Con esta imagen, se reorganizaron las ciudades y se reorganizaron los servicios de salud. El aislamiento social, el método más efectivo para propagar el virus, ha alterado las rutinas de los individuos, en particular los profesionales de la salud, como terapeutas ocupacionales. Por lo tanto, este artículo aborda estrategias en las que estos profesionales solían adaptar y continuar los servicios en algunos contextos, como la salud mental, la práctica privada y el centro de rehabilitación. Finalmente, destacamos los cambios experimentados en la rutina de los propios profesionales cuando están amenazados o afectados por la enfermedad.

Palabras clave: Terapia ocupacional; Telemonitoración; Covid-19.

 


Palavras-chave


Terapia ocupacional, Telemonitoramento, COVID19

Texto completo:

PDF

Referências


World Health Organization (WHO). Surto de doença por coronavírus (COVID-19). Disponível em: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019. Acesso em: 26 mar. 2020.

Brasil, Ministério da Saúde (MS). Coronavírus: COVID19. Disponível em: https://coronavirus.saude.gov.br/. Acesso em: 05 abr. 2020.

Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (UnaSUS). Organização Mundial de Saúde declara pandemia do novo Coronavírus. Disponível em:

https://www.unasus.gov.br/noticia/organizacao-mundial-de-saude-declara-pandemia-de-coronavirus. Acesso em: 27 mar. 2020.

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Coronavírus: saúde mental em tempos de isolamento. Disponível em: https://ufrj.br/noticia/2020/03/25/coronavirus-saude-mental-em-tempos-de-isolamento. Acesso em: 30 mar. 2020.

Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO). Resolução Nº 516, de 20 de março de 2020: teleconsulta, telemonitoramento e teleconsultoria. Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/?p=15825. Acesso em: 23 mar. 2020.

Carvalho CRA. A identidade do profissional dos terapeutas ocupacionais: considerações a partir do conceito de estigma de Erving Goffman. Saúde Soc. São Paulo, São Paulo, v.21(2): 364-371, 2012.

Cid MFB.; Santos GC.; Squassoni CE. Cotidiano e práticas educativas parentais: a percepção das famílias de crianças em sofrimento psíquico. Rev Ter Ocup Univ São Paulo, São Paulo, v.28(2):190-197, 2017.

Cid MFB. Cotidiano familiar: refletindo sobre a saúde mental infantil e a prática de atividades familiares. Rer Ter Ocup Univ São Paulo, São Paulo, v.26(3):428-438, 2015.




DOI: https://doi.org/10.47222/2526-3544.rbto34058

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional - REVISBRATO



Indexado em:

   

           

   Resultado de imagem para REDIB