Mudanças de Hábitos e Rotinas nos Controles de Gestão Provocadas pelo Sped em um Grupo Empresarial do Sul do Brasil

Dalci Mendes Almeida, Valdirene Gasparetto, Darci Schnorrenberger

Resumo


A pesquisa objetiva verificar as mudanças de hábitos e rotinas que ocorreram nos controles de gestão a partir da implantação do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), sob a abordagem institucional, em um grupo empresarial do sul do Brasil. O pressuposto teórico é de que as empresas para atenderem ao SPED tiveram que mudar seus hábitos e rotinas em termos de controles de gestão. Para tanto, desenvolveu-se um estudo de caso, em um grupo empresarial formado por seis empresas.  O instrumento de pesquisa utilizado foi um roteiro de entrevista. Como coleta de dados utilizou-se a entrevista, análise documental e observação. Os achados apontaram que a implantação do SPED gerou necessidades de investimentos em recursos humanos e tecnológicos, trouxe benefícios, dificuldades e acarretou em mudanças nos controles de gestão em aspectos como eficiência, informações geradas, frequência de utilização, investimentos em tecnologia da informação e recursos humanos que os geram. A pesquisa contribuiu no sentido de evidenciar que o SPED exigiu maior organização, planejamento e controle das operações, o que permitiu proporcionar controles mais eficientes e que possam ser utilizados no processo de gestão de forma segura. Conclui-se, com base nas análises realizadas, que as mudanças de hábitos e rotinas nos controles de gestão, provocadas pelo SPED, resultaram na institucionalização de novas regras e rotinas nos moldes preconizados por Burns e Scapens (2000).


Palavras-chave


Hábitos e Rotinas; Controles de Gestão; SPED; Institucionalização.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTHONY. R.N. Planning and control systems: a framework for analysis. Boston: Harvard Business School Press, 1965.

ALBERTI, M. J. O impacto da implantação do sistema público de escrituração digital SPED nas empresas do setor têxtil e de confecção, segundo a percepção dos gestores das empresas. 2016, 128f. Dissertação (Mestrado em Controladoria Empresarial). Programa de Pós Graduação Stricto Sensu em Ciências Contábeis da Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, SP, 2016.

ATKINSON, A. A.; BANKER, R. D.; KAPLAN, R. S.; YOUNG S. M. Contabilidade gerencial. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 5. ed. Lisboa: Edições 70, 2010.

BARLEY, S. R.; TOLBERT, P. S. Institutionalization and structuration: studying the links between action and institution. Organization Studies, v. 18, n. 1, p. 93-117, 1997.

BEUREN, I. M.; SOUZA, L. R. B.; FEUSER, H. O. L. Implicações de um Centro de Serviços Compartilhados na Contabilidade Gerencial: Uma Abordagem Institucional. REAd. Revista Eletrônica de Administração, v. 23, n.3, p. 32-61, 2017.

BEUREN, I. M.; MACOHON, E. R. Institucionalização de hábitos e rotinas na contabilidade gerencial em indústrias de móveis. Organizações & Sociedade, v.17, n.55, p. 705-723, 2010.

BEUREN, I. M.; MIILER, E. T. C. Evidências de institucionalização da controladoria em empresas familiares. Revista de Administração FACES Journal, v. 9, n. 2, p. 43-63, 2010.

BOFF, M. L.; BEUREN, I. M.; GUERREIRO, R. Institucionalização de hábitos e rotinas da controladoria em empresas do Estado de Santa Catarina. Organizações & Sociedade, v. 15, n. 46, p. 153-174, 2008.

BRASIL. Lei nº 8.218, de 29 de agosto de 1991. (1991). Dispõe sobre Impostos e Contribuições Federais, Disciplina a Utilização de Cruzados Novos, e dá outras Providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8218.htm. Acesso em: 12.01.2018.

BRASIL. Decreto nº 7.979, de 08 de abril de 2013. (2013). Altera o Decreto no 6.022, de 22 de janeiro de 2007, que instituiu o Sistema Público de Escrituração Digital - Sped. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Decreto/D7979.htm#art1. Acesso em: 22.01.2018.

BURNS, J.; SCAPENS, R. Conceptualizing management accounting change: an institutional framework. Management Accounting Research, v. 11, n. 1, p. 3-25, 2000.

CHENHALL, R.H. Management control systems design within its organizational context: findings from contingency-based research and directions for the future. Accounting, Organizations and Society 28 p.127–168, 2003.

CORDEIRO, A.; KLANN, R. C. Institucionalização de hábitos e rotinas com a implantação do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED): um estudo em organizações de serviços contábeis. Revista Gestão Organizacional, v. 7, n. 1, p.79-93, 2014.

GAMAGE, S. D. D.; GOONERATNE,T. Management controls in an apparel group: an institutional theory perspective, Journal of Applied Accounting Research, v. 18, n. 2, p. 1-32, 2017.

GERON, C. M. S.; FINATELLI, J. R.; FARIA, A. C.; ROMEIRO, M. C. Sped – Sistema Público de Escrituração Digital: percepção dos contribuintes em relação os impactos de sua adoção. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 5, n. 2, p. 44-67, 2011.

GONÇALVES, A.; NASCIMENTO, L. A.; BOUZADA, M.; PITASSI, C. Factors that Influence the Adoption and Implementation of Public Digital Accounting According to the Evaluation by Managers of Brazilian Companies. Journal of Information Systems and Technology Management, v. 13, n. 2, p. 193-218, 2016.

GOMES, J. S.; SALAS, J.M.A. Controle de Gestão: Uma abordagem contextual e organizacional. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

GUERREIRO, R.; PEREIRA, C. A. A avaliação do processo de mudança da contabilidade gerencial sob enfoque da teoria institucional: o caso do Banco do Brasil. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 29., 2005. Brasília. Anais... Brasília: ENANPAD. 2005.

GUERREIRO, R.; PEREIRA, C. A.; FREZATTI, F. Aplicação do modelo de Burns e Scapens para avaliação do processo de institucionalização da contabilidade gerencial. Organizações & Sociedade, v. 15, n. 44, p. 45-62, 2008.

GUERREIRO, R.; PEREIRA, C. A.; REZENDE, A. J. Em busca do entendimento da formação dos hábitos e das rotinas da contabilidade gerencial: um estudo de caso. Revista de Administração Mackenzie, v. 7, n. 2, p. 78-101, 2006.

GUERREIRO, R.; FREZATTI, F.; CASADO, T. Em busca de um melhor entendimento da contabilidade gerencial através da integração de conceitos da psicologia, cultura organizacional e teoria institucional. Revista Contabilidade & Finanças - USP, v.17(n.spe1), p. 7-21, 2006.

HAMILTON, W. H., Institution, in Seligman, E. R. A. and JOHNSON, A. (eds) Encyclopedia of Social Science, v. 73, n.4, p. 560-595, 1932.

JORDÃO, R. V. D.; SILVA, M. S.; VASCONCELOS, M. C. R. L.; BRASIL, H. G. Um caleidoscópio de perspectivas sobre o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 12, n.26, p.119-140, 2015.

KLANN, R. C.; LIMA JR., R.; BEUREN, I. M. Mudanças nos hábitos e rotinas da Contabilidade Gerencial nas empresas de Governança Corporativa de Santa Catarina. Contabilidade Vista & Revista, v. 17, n. 3, p. 67-89, 2006.

LANGFIELD-SMITH, K. Management Control Systems and Strategy: a critical review. Accounting, Organizations and Society, vol. 22, n. 2, pp. 207-232, 1997.

LIMA, A. N.; IMONIANA, J.O. Um estudo sobre a importância do uso das ferramentas de controle gerencial nas micro, pequenas e médias empresas industriais no município de São Caetano do Sul. Revista da Micro e Pequena Empresa, v.2, n.1, p. 28-48, 2008.

LUNKES, R. J. Controle de gestão: estratégico, tático, operacional, interno e de risco. São Paulo: Atlas, 2010.

MACINTOSH, N. B. Management accounting and control systems: An organizational and behavioral approach, New York, NY: John Wiley, 1994.

NASCIMENTO, G. C. Sped: Sistema Público de Escrituração Digital sem armadilhas. São Paulo: Trevisan, 2013.

OLIVEIRA, D. D. R.; ÁVILA, L. A. C. SPED - Sistema Público de Escrituração Digital: Um Estudo do Nível de Qualificação dos Profissionais Contábeis em uma Cidade do Estado de Minas Gerais. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 21, n.1, p. 57-69, 2016.

ORIGUELA, L. A. Os Principais Impactos do SPED na Profissão Contábil: Uma Análise da Percepção dos Profissionais de Contabilidade. Caderno Profissional de Administração da UNIMEP, v.7, n.1, p. 45-62, 2017.

PASA, E. C. O uso de documentos eletrônicos na Contabilidade. Revista Contabilidade & Finanças - USP, v. 12, n.25, p. 72-83, 2001.

RAUPP, F. M.; MARTINS, S. J.; BEUREN, I. M. Utilização de controles de gestão nas maiores indústrias catarinenses. Revista Contabilidade & Finanças - USP, v. 17, n.40, p. 120-132, 2006.

RECEITA FEDERAL DO BRASIL (RFB). Sistema Público de Escrituração Digital SPED. 2017. Disponível em http://sped.rfb.gov.br/pagina/show/499. Acesso em: 15.01.2018.

RUSCHEL, M. E.; FREZZA, R.; UTZIG, M. J. S. O impacto do sped na Contabilidade desafios e perspectivas do profissional contábil. Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 10, n.29, p. 9-26, 2011.

SANTOS, V.; DOROW, D. R.; BEUREN, I. M. Práticas gerenciais de micro e pequenas empresas. Revista Ambiente Contábil, v. 8, n.1, p. 153-186, 2016.

SILVA FILHO, G. M.; LEITE FILHO, P. A. M.; PEREIRA, T. R. L. Sistema público de escrituração digital: benefícios e dificuldades na visão dos operadores de contabilidade do município de João Pessoa. Revista Mineira de Contabilidade, v.16, n.3, p. 50-60, 2015.

SILVA, A. F.; PASSOS, G. R. P.; GALLO, M. F.; PETERS, M. R. S. Sped – Sistema Público de Escrituração Digital: influência nos resultados econômico-financeiros declarados pelas empresas. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, v.15, n. 48, p. 445-461, 2013.

SIMONS, R. Levers of control: how managers use innovative control systems to drive strategic renewal. Boston: Harvard Business School Press, 1995.

TAMMENPÄÄ, T. An exploratory framework for implementing IFRS standard changes: Case Financial Statement Presentation. 2011, 126 f. Accounting Master's thesis. Department of Accounting, Aalto University School of Economics, 2011.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.




DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v0i0.22562

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Dalci Mendes Almeida, Valdirene Gasparetto Gasparetto, Darci Schnorrenberger Schnorrenberger

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Directory of Open Access Journals SPELL Scholar EBSCO

 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vínculo Institucional:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis 
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 
Av. Pasteur, 250 - Urca - Rio de Janeiro - 22.290-240 
Tel./Fax: (21) 3938-5119

Ficha Catalográfica:

Sociedade, Contabilidade e Gestão [recurso eletrônico]/ Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro. -- v. 1, n. 1, 2° semestre de 2006 -- Rio de Janeiro: UFRJ, 2006-.v. 
Quadrimestral 
Semestral 2006-2012
ISSN 1982-7342

1. Contabilidade e Gestão. I. Universidade Federal do Rio de Janeiro -- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.