A terceira margem do caminho em Drummond

Leandro Gama Junqueira

Resumo


A terceira margem não é “mais uma margem”, mas o “entre-margem” que, de algum modo, se desdobra como lugar originário de abertura na obra de muitos poetas do verso e da prosa. Ela aparece em Guimarães Rosa, no conto “A
terceira margem do rio”, e, em Drummond, figura na imagem poética do “meio do caminho”, no poema “No meio do caminho”. Este trabalho não é uma crítica do poema drummondiano nem uma análise da obra do poeta sob a influência do pensamento de Heidegger, mas um diálogo entre poesia e pensamento,
no qual mais se escuta que se fala, de modo que se manifeste a abertura existencial proposta pela imagem-questão do meio do caminho/terceira margem como uma travessia ontopoética.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Leandro Gama Junqueira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.